Os bizarros compromissos dos usuários de um app de crescimento pessoal

Por Redação | 15 de Agosto de 2016 às 21h20

Desenvolvido por economistas da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, o StickK é um aplicativo de desenvolvimento e crescimento pessoal, usando a tecnologia para que os usuários possam firmar compromissos com amigos e contatos. As velhas promessas seguidas de dúvidas pelos companheiros, pelo software, podem valer dinheiro — e criar resultados bizarros.

Caso o desafiado cumpra o que disse, por exemplo, fica com o valor acertado. Caso contrário, precisa pagá-lo para os desafiantes, no que, para os responsáveis pelo app, é mais do que um incentivo para o sucesso. Para os pesquisadores, trata-se de um exercício comportamental, no qual, muitas vezes, as pessoas somente possuem o interesse de melhorar em seguir em frente quando este processo pode ser acompanhado e exibido para outros.

Enquanto isso, muitos usuários que aderiram à plataforma acabaram levando problemas estritamente pessoais a ela. A promessa de dinheiro ou, simplesmente, o orgulho próprio de cumprir alguma promessa geraram compromissos bastante esquisitos que, agora, aparecem em uma lista selecionada pelos próprios responsáveis pelo app. Confira:

  • Não trair minha esposa;
  • Não se masturbar por 40 dias;
  • Encontrar uma esposa que não seja dinheirista;
  • “McVômito”: me comprometo a não comer no McDonald’s, Burger King ou Jack in the Box por um mês;
  • Parar de fazer headbang quando estiver com raiva — ou utilizar música para reafirmá-la;
  • Falar mais devagar com estrangeiros;
  • Não ver pornografia no trabalho nem deletar meu histórico de navegação;
  • Skydiving social por 30 dias: responder ou iniciar uma conversa com um estranho por dia, durante um mês;
  • Aprender a subir por uma corda;
  • Fazer uma enterrada em um jogo de basquete;
  • Transar mais: tomar a iniciativa no sexo com minha esposa pelo menos duas vezes por semana;
  • 30 encontros em 30: me comprometo a ter 30 encontros quando fizer 30 anos;
  • Chamar uma mulher bonita aleatória para tomar um café;
  • Pele: parar de cutucar e destruir a pele do meu rosto, costas ou peito;
  • Tocar Etude Opus 10 Número 5, de Chopin: tocarei a peça completa no ritmo, com as notas corretas e a posição certa dos dedos;
  • Lutar!: subir ao ringue/jaula/tatame pelo menos uma vez em 2011 para machucar ou ser machucado no processo.

Apesar dos objetivos esquisitos, o StickK também tem suas histórias de sucesso. Depoimentos no site oficial, por exemplo, falam sobre pessoas superando dificuldades emocionais, perdendo peso e mudando o estilo de vida, mostrando que, independente da ideia original dos desenvolvedores, firmar objetivos pessoas em um aplicativo pode efetivamente operar o bem.

Com aplicativos para iOS e Android, além de uma versão web, o StickK é gratuito, apesar de sua utilização envolver dinheiro de verdade. De acordo com os dados do site, mais de US$ 26 milhões já foram distribuídos entre os usuários, com quase 320 mil objetivos finalizados ou ainda em andamento.

Fonte: Entrepeneur

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.