O que os jovens pensam sobre assuntos como liderança e inovação

Por Redação | 30 de Agosto de 2013 às 08h20

A pesquisa "Empresa dos Sonhos dos Jovens 2013", realizada pela Cia de Talentos, trouxe resultados muitos curiosos sobre como os jovens enxergam o mundo dos negócios. Entre os diversos aspectos apurados pelo estudo, os que mais chamam a atenção são inovação e liderança.

O estudo é realizado em diversos países (Brasil, Argentina, México, Colômbia, Chile, Peru, Costa Rica e Guatemala), mas aqui vamos atentar para o cenário brasileiro. Em sua 12ª edição no país, o estudo contou com 52.252 respostas de jovens brasileiros, universitários e recém-formados para mapear as realidades e tendências que impactam a estratégia das empresas e a formação dos jovens.

Inovação

A Cia de Talentos destaca que, pela primeira vez em 12 anos, os jovens apontaram a possibilidade de inovar como uma dos motivos de escolha da Empresa dos Sonhos. Isso mostra o quanto eles valorizam a possibilidade de poder se diferenciar de outros profissionais por meio da expressão de sua criatividade, desejo de surpreender, ousar, sair do lugar comum e deixar sua marca. Ter liberdade para inovar e poder fazer isso constantemente no trabalho também foi uma das causas apontadas pelos jovens que planejam ter (ou já tiveram) seu próprio negócio.

Essa tendência crescente entre os jovens tem o apoio de grandes executivos que se deram muito bem, como Steve Wozniak, que recentemente veio ao Brasil para falar exatamente sobre esse assunto. O cofundador da Apple usou sua experiência como exemplo e incentivo aos jovens criativos e inovadores. Para ele, educação e criatividade andam juntas e precisam ser muito bem exploradas. "Não pensem em sua própria carreira, ou em quanto vão ganhar, com a cabeça fechada. Pensem grande, no que poderão fazer para melhorar o mundo. Quebrem conceitos, ampliem seus horizontes, sigam seu coração", disse Woz na ocasião.

Liderança

Falar de Wozniak nos faz lembrar de outro Steve: o famoso Jobs. É praticamente impossível não citar o parceiro criativo de Woz durante os primeiros passos da Apple quando falamos de liderança, isso porque Steve Jobs sempre foi um exemplo de líder bem-sucedido. E é exatamente isso que os jovens estão sentindo falta: líderes inspiradores.

A pesquisa da Cia de Talentos apontou que 54% dos jovens brasileiros não admiram nenhum líder da atualidade. Isso nos faz enxergar que existe uma grande lacuna a ser preenchida nesse sentido. Os 46% que admiram um líder afirmaram que as principais características que levaram a escolhê-lo são, nesta ordem: empreendedorismo, inovação e características pessoais.

Por outro lado, os jovens entrevistados acreditam que em dois ou três anos estarão prontos para assumir um cargo de gestão, "pois na faculdade já tiveram muitas oportunidades de exercitarem suas habilidades de liderança: trabalhos voluntários, organizações sem fins lucrativos ou até mesmo em trabalhos de escola".

"A imagem é importante e ela deve ser passada, principalmente, por meio dos caminhos que aquele líder percorreu para chegar aonde chegou", diz a pesquisa. Os entrevistados também deixaram claro que ser próximo é diferente de ser "amigão". A proximidade com o gestor é valorizada pelos jovens, mas a meritocracia é mais ainda.

A lista mundial de líderes mais admirados pelos jovens em 2013 inclui, basicamente, empresários e políticos.

Líderes mais admirados 2013

Lista mundial de líderes mais admirados pelos jovens em 2013 (Imagem: "Empresa dos sonhos dos jovens 2013" / Cia de Talentos)

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.