"Netflix é rica o suficiente para não repassar impostos a clientes", diz Doria

Por Redação | 22 de Setembro de 2017 às 10h49

O prefeito de São Paulo João Doria (PSDB) publicou nesta quarta-feira (20) um vídeo justificando a cobrança de impostos sobre serviços de streaming.

De acordo com o argumento do político, grandes empresas como Netflix e Spotify lucram o suficiente para pagar as taxas sem ter de repassar o valor para seus clientes.

"Aqui em São Paulo, não tem conversa, vai pagar imposto, sim. E não deve aumentar o valor do serviço prestado à população. Tira da sua margem. O dono da Netflix é bilionário, não tenho nada contra isso. Da Spotify também, nada contra. Mas não venha querer ganhar em cima do consumidor, que paga, e paga bem, pelos serviços", discursou Doria.

No vídeo, ele defende a cobrança do imposto sob o argumento de que a taxa é reflexo da Reforma do ISS (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza) estabelecida no ano passado pelo Governo Federal.

Doria também alega que as manifestações das empresas de streaming nas redes sociais para impor aos prefeitos que não pratiquem a cobrança do ISS não são justas nem corretas, complementando que este tipo de imposto também é praticado em diversos outros países.

Grande parte dessa discussão acalorada nas redes sociais se deve ao fato de que, na semana passada, foi enviado um projeto de lei para a Câmara dos Vereadores que prevê a tributação de serviços de streaming com alíquota de 1,09%.

Fonte: João Doria News (Youtube)

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.