Google e Facebook são acusados de desrespeitarem as novas resoluções do GDPR

Por Eduardo Hayashi | 25 de Maio de 2018 às 12h46
Tudo sobre

WhatsApp

Começou a vigorar nesta sexta-feira (25) a nova lei de proteção de dados pessoais da União Europeia, também conhecida pelas siglas em inglês GPDR. E parece que algumas das maiores empresas da tecnologia já estão descumprindo algumas diretrizes.

Conforme relatou a organização sem fins lucrativos NOYB, Google, Facebook, WhatsApp e Instagram estariam envolvidos em um sistema de "consentimento forçado", obrigando indiretamente os usuários a aceitarem os termos de dados e privacidade para que suas contas possam continuar sendo utilizadas. Segue abaixo um trecho da publicação:

"O novo Regulamento Geral de Proteção de Dados (GDPR), que entrou em vigor hoje à meia-noite, deve oferecer aos usuários uma escolha livre, concordando ou não com o uso de dados. O sentimento oposto se espalhou nas telas de muitos usuários: toneladas de “Caixas de consentimento” apareceram em páginas ou em aplicativos, muitas vezes contendo uma ameaça de que o serviço não poderia mais ser usado se o usuário não consentisse."

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Todas as acusações foram devidamente encaminhadas para a União Europeia; caso elas sejam consideradas legítimas, as companhias envolvidas em práticas de "consentimento forçado" podem receber severas multas.

Fonte: PhoneArenaNOYB

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.