Uber faz acordo para encerrar investigação sobre privacidade nos EUA

Por Redação | 15 de Agosto de 2017 às 15h59

A Uber aceitou nesta terça-feira (15) um acordo com a Comissão Federal de Comércio dos Estados Unidos para rever sua política de privacidade em relação a clientes e motoristas. Com a decisão, a investigação que estava em andamento sobre essa questão será encerrada.

A empresa havia declarado inicialmente que monitorava o acesso de funcionários a dados de clientes e motoristas. Mas a Comissão de Comércio alegou na denúncia que os procedimentos não estavam sendo cumpridos.

A Uber desenvolveu, em dezembro de 2014, um sistema que monitorava os acessos aos seus dados. Dessa forma, a empresa teria condições de informar se alguém estava recolhendo informações privadas e confidenciais. Mas esse programa foi interrompido há menos de um ano e a fiscalização deixou de ser feita.

Esse era o ponto da denúncia da Comissão de Comércio. O acordo encerrou a investigação e determinou algumas medidas que a empresa terá que tomar. Uma delas exige a implantação de um programa de privacidade, cujas auditorias devem ser enviadas à Comissão. Outra medida determina que a Uber não pode adulterar o acesso às informações pessoais dos usuários que estão armazenadas, como também tem que assegurar esses dados.

Fonte: Reuters

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.