Polícia Civil detém 7 suspeitos de furtar patinetes da Grin e da Yellow

Por Wagner Wakka | 23 de Janeiro de 2020 às 13h55
Divulgação/Polícia Civil

Sete pessoas foram detidas nesta quarta-feira (22) por suspeita de formação de quadrilha para furto de patinetes da Yellow e da Grin. A Polícia Civil cumpriu oito mandados de busca e recuperou seis veículos nas casas de atuais e ex-colaboradores de ambas as empresas.

A operação aconteceu após uma investigação interna da própria Grow, companhia que detém as marcas Yellow e Grin. A holding estava buscando um esquema de furto de patinetes depois que um ex-colaborador foi preso duas vezes em flagrante com veículos das marcas.

Ao questionar funcionários e colaboradores, a companhia teve o relato do esquema. As pessoas pegavam o patinete e retiravam o aparelho de geolocalização deles para levar para casa. Em seguida, tiravam toda indicação das marcas, para não serem identificados. Junto disso, também roubavam carregadores e outros dispositivos de localização dos galpões das empresas.

Depois disso, os patinetes eram colocados à venda na internet, principalmente no Facebook Marketplace. Após a descoberta do esquema, a Grow derrubou todos os anúncios na rede social.

Em comunicado ao UOL, a empresa disse que está colaborando com as autoridades. "A Grow informa que o 50ª DP, do Itaim Paulista, instaurou inquérito para investigar a suspeita de furto de patinetes em São Paulo. Esse inquérito corre em sigilo e foi aberto com base em informações colhidas pela empresa em sindicância interna e repassadas às autoridades policiais".

Fonte: UOL

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.