Juiz anula decisão que faria Apple pagar multa de US$ 625 milhões à VirnetX

Por Redação | 01.08.2016 às 16:41

Na última sexta-feira (29), um juiz norte-americano anulou o veredito que obrigaria a Apple a pagar uma multa de US$ 625,6 milhões à empresa VirnetX por ter infringido quatro patentes relacionadas à segurança online utilizada no FaceTime e iMessage. A decisão judicial abalou negativamente o valor de mercado da VirnetX, que teve uma queda de 44% em suas ações.

Para o juiz Robert Schroeder, a combinação de duas ações judiciais em um único julgamento é uma iniciativa injusta para a Apple. Schroeder determinou que cada ação seja julgada separadamente, com a primeira data marcada para 26 de setembro.

A VirnetX se mostrou insatisfeita com a anulação. "Estamos revendo todas as nossas opções e seguiremos as decisões da corte enquanto nos preparamos para os próximos julgamentos", afirmou o executivo chefe da empresa, Kendall Larsen.

A VirnetX é uma empresa que agrega patentes e licenças e, de acordo com os documentos do processo, recebeu as licenças em questão em 2006 da instituição Science Applications International Corp.

A primeira ação que a empresa abriu contra a Apple foi após esta ter utilizado patentes sem autorização nos softwares FaceTime e iMessage do iOS 3 e iOS 6. Após perder os processos em setembro de 2015, a VirnetX recorreu e ganhou por unanimidade de júri, que determinou à Maçã o pagamento da multa US$ 625,6 milhões, uma das maiores já registradas em casos de patentes nos Estados Unidos.

Fonte: Reuters