Google pode pagar US$ 4,29 bi por coletar dados de usuários Apple na Inglaterra

Por Ramon de Souza | 21 de Maio de 2018 às 16h29
Tudo sobre

Google

Você pode nem lembrar mais, mas a Google está sofrendo um processo conjunto de internautas britânicos desde 2013. Os reclamantes, todos usuários de gadgets da Apple, afirmam que a Gigante das Buscas aproveitou um exploit (tipo de vulnerabilidade) no navegador Safari para transpor suas configurações de privacidade e implantar cookies nos aparelhos em questão, o que teria permitido o rastreio de suas atividades online e até mesmo a coleta de alguns dados pessoais.

Tudo começou com 12 pessoas, mas, hoje em dia, a campanha — que foi batizada de “Google, You Owe Us” (ou "Google, você nos deve", traduzindo livremente) — já possui aproximadamente 4,4 milhões de reclamantes. E para a infelicidade da companhia, tudo indica que ela irá perder o caso e será obrigada a pagar aproximadamente US$ 1,006 (R$ 3,7 mil na cotação atual da moeda) para cada vítima do suposto esquema. Isso, no total, equivale a mais ou menos US$ 4,29 bilhões, uma cifra nada modesta e que com certeza fará falta no cofre corporativo.

A Google, obviamente, nega as acusações, e reclama principalmente do fato de que o processo está sendo conduzido por uma corte de Londres, quando o mais apropriado seria usar um órgão estadunidense. Além disso, a Gigante das Buscas sugere que a coleta de dados não resultou em materiais compartilhados com terceiros, e que todas as informações coletadas foram anonimizadas. Isso tornaria impossível, aliás, saber exatamente quem foi afetado pelo truque ou não, o que torna os pedidos dos reclamantes impossíveis de serem atendidos.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Fonte: WCCF Tech

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.