Funcionário demitido pela Google por carta antidiversidade processa a empresa

Por Redação | 09 de Agosto de 2017 às 12h37

A Google está sendo processada James Damore, demitido nesta semana após emitir opiniões de forma desfavorável à diversidade de gênero na companhia. Ele entrou com uma ação trabalhista contra a Google nesta segunda-feira (7), conforme informações apuradas e confirmadas pela própria equipe de advogados da gigante da tecnologia.

O processo está listado no site do Conselho Nacional de Relações de Trabalho (NLRB, na sigla em inglês), mas o documento não especifica os argumentos da ação. O que pode ser visto, porém, é a classificação do processo, que está categorizado como "posicionamento coercitivo (ameaças, promessa de benefícios, etc)".

Damore já havia informado no início desta semana que entraria com um processo de acusação contra a Google devido à tentativa de silenciá-lo e de não ter respeitado seu direito de liberdade de expressão. Segundo ele, sua demissão foi causada por "perpetuar estereótipos de gênero".

Ao escrever a carta com cerca de 3 mil palavras, o engenheiro disse que diferenças biológicas são as responsáveis pelas mulheres não estarem tão presentes na área de tecnologia. Enquanto que os homens levam uma tendência a serem programadores de informática por contarem com habilidades naturais, as mulheres se dedicam a atividades voltadas a arte e ao social por terem inclinações sentimentais e estéticas.

Em resposta, a diretora da área de diversidade da gigante das buscas, Danielle Brown, declarou que a opinião de Damore "não é um ponto de vista que a empresa e eu mesmo respaldemos, promovamos ou incentivamos". A executiva também afirmou que o debate interno na empresa está estimulado pelos "princípios de igualdade no emprego, que podem ser observados em nosso código de conduta, nossas políticas e nossas normas antidiscriminatórias" e que a Google possui "uma cultura na qual aqueles que têm pontos de vista diferentes, inclusive políticos, sintam-se seguros de poder expressá-los".

Fonte: G1

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.