Baidu denuncia PSafe à justiça por concorrência desleal

Por Redação | 17 de Agosto de 2015 às 16h49
Tudo sobre

Baidu

Na última sexta-feira (14), a chinesa Baidu abriu um processo contra a PSafe na Justiça de São Paulo. A empresa acusa a desenvolvedora de software de forjar informações sobre competidores e praticar concorrência desleal. O processo pode resultar numa multa superior a R$ 500 mil e na saída da PSafe da Google Play.

De acordo com a Baidu, o processo é baseado numa perícia que apontou que a desenvolvedora do antivírus móvel PSafe Total estava enviando para sua base de usuários do Android uma mensagem de alerta contra um app rival, o DU Speed Booster. A mensagem dizia que o DU Speed Booster representava riscos ao usuário por “pedir permissões excessivas” para fins possivelmente “maliciosos”.

A emissão de alertas durante a instalação de arquivos faz parte do trabalho de softwares antivírus, como o PSafe Total, e é passível de erros. Porém, a Baidu alega com veemência que a perícia realizada apontou que o alerta emitido pela concorrente é intencional.

Assista Agora: Descubra o jeito certo de criar verdadeiros times de alta-performance e ter a empresa inteira focada em uma única direção.

Ainda de acordo com a Baidu, ao instalar o PSafe Total, os usuários recebem a sugestão de excluir aplicativos que supostamente são pouco usados, entre eles apps da Baidu, como DU Speed Booster, DU Battery Saver e Baidu Browser. "Estas opções já aparecem 'ticadas' para remoção", alega a chinesa.

Baidu PSafe

Capturas de tela apresentadas pela Baidu

“A ação movida pela Baidu exige que a PSafe remova os falsos alertas, as sugestões de desinstalação baseadas em falsas premissas e se retrate junto a todos usuários impactados pelas informações desonestas e ofensivas por eles divulgados, além de indenização por perda e danos no valor inicial de R$ 500 mil. O pedido judicial solicita ainda que, de forma cautelar, o app PSafe Total seja removido da loja Google Play, a fim de cessar as perdas em curso contra os apps rivais”.

Por meio de uma nota oficial, a PSafe declarou não ter conhecimento do processo e afirma ter recebido com indignação o que considera ataques por parte da Baidu. Confira o texto na íntegra:

"A PSafe Tecnologia SA, empresa brasileira de segurança digital, informa não ter recebido qualquer notificação judicial sobre a suposta denúncia de concorrência desleal feita pela Baidu.

É com indignação e estranheza que a PSafe recebe os ataques feitos pela Baidu, tendo em vista que a Justiça já se posicionou favoravelmente à PSafe em duas liminares em um processo movido pela PSafe contra a Baidu no princípio desse ano. Em tais liminares ficou claro que é a Baidu que age de forma desleal, não a PSafe.

A companhia esclarece que vem sendo injustamente atacada, mas continuará defendendo o mercado nacional de tecnologia e segurança na internet, por considerar que a internet segura é um bem público para o brasileiro.

Por fim, empresa idônea que é, a PSafe esclarece que está à disposição das autoridades brasileiras para quaisquer esclarecimentos necessários".

Com informações da PSafe

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.