Apple está preocupada com fuga de ex-funcionários acusados de roubo de dados

Por Natalie Rosa | 11 de Dezembro de 2019 às 10h33
Unsplash

Na última segunda-feira (9), a Apple revelou à corte federal dos Estados Unidos que está bastante preocupada com as informações que dois ex-funcionários possam repassar para empresas chinesas. Essas pessoas, nascidas na China, foram acusadas de roubar segredos comerciais da empresa e de tentarem fugir antes de acontecer os julgamentos.

De acordo com informações da Reuters, a audiência aconteceu no Tribunal Distrital dos Estados Unidos na Califórnia e os promotores disseram concordar que os acusados Xiaolang Zhang e Jizhong Chen devem ser monitorados com frequência devido às ameaças que podem apresentar.

Zhang trabalhou na Apple no setor que desenvolve o programa de carro autônomo, roubando arquivos com informações importantes antes de sair da empresa e começar a trabalhar em uma concorrente chinesa. O ex-funcionário foi preso no ano passado, no aeroporto de San Jose, momentos antes de embarcar para a China.

Imagem: Reprodução

Já Chen conseguiu roubar mais de 2 mil arquivos da Apple, entre manuais, diagramas, esquemas e capturas de tela que mostravam páginas de bancos de dados seguros da companhia. O rapaz foi preso em janeiro deste ano em uma estação de trem, a caminho do aeroporto de São Francisco para também viajar à China.

Ambos os ex-funcionários foram acusados de roubo de informações sigilosas, declarando-se inocentes. Por enquanto, eles seguem soltos após o pagamento de uma fiança, sendo monitorados desde então.

Segundo o advogado da dupla, Daniel Olmos, eles não tentaram fugir, mas sim visitar seus familiares no país nativo. Para Marissa Harris, advogada assistente que representa o caso na corte dos Estados Unidos, seria praticamente impossível que as autoridades garantissem suas extradições para o julgamento caso eles consigam fugir.

A data do julgamento ainda não está decidida, mas deve acontecer em fevereiro do ano que vem.

Fonte: Reuters

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.