Apple apresenta novo processo judicial contra a Qualcomm

Por Redação | 03 de Março de 2017 às 18h14

Nesta quinta-feira (02), a Apple apresentou um novo processo judicial contra a Qualcomm no Reino Unido, aumentando ainda mais a disputa legal entre as duas empresas de tecnologia sobre royalties de patentes e ofertas de processadores.

O novo caso menciona uma reivindicação de patentes e desenhos registrados, mas os documentos judiciais vazados não oferecem mais detalhes sobre a ação. Isso significa que não é possível saber quais patentes estão envolvidas ou qual é o argumento da Apple contra a fabricante de chips.

Atualmente, a criadora do iPhone já está enfrentando um embate de US$ 1 bilhão contra a Qualcomm nos Estados Unidos, acusando-a de usar táticas anticompetitivas para manter no mercado o monopólio de um semicondutor específico e muito utilizado no mercado de smartphones.

No processo, a Apple acusou a Qualcomm de cobrar preços abusivos por seus processadores e também por se recusar a pagar um valor bilionário em descontos prometidos por compras dos componentes. A gigante de Cupertino revelou em sua queixa que a Qualcomm havia suspendido os descontos devido a discussões anteriores entre a empresa e um órgão regulador da Coreia do Sul.

Já na China, a Maçã está processando a Qualcomm por quebra de patentes na suprema corte de Pequim. Em comparação com o caso norte-americano, o valor da indenização é bem inferior, sendo de "apenas" 1 bilhão de yuans (US$ 145,32 milhões), contra US$ 1 bilhão nos EUA. No entanto, o que levou a Apple a processar a Qualcomm na China foram motivos bem semelhantes: não cumprimento de patentes por parte da acusada.

No início de janeiro, durante uma conferência de apresentação de resultados financeiros, o CEO da Qualcomm, Steve Mollenkpof, disse que os processos da Apple com base nos Estados Unidos são inconsistentes, e acusa a gigante de estar procurando a melhor maneira de se dar bem no assunto componentes.

"A reclamação da Apple traz uma série de afirmações, mas no final, isso não passa de uma disputa comercial sobre o preço da propriedade intelectual", afirmou o executivo. "Eles querem pagar menos pelo valor justo que a Qualcomm estabeleceu no mercado, mesmo sendo uma empresa que gera bilhões em receita graças à nossa tecnologia", completou.

Com o novo processo entre as empresas rolando no Reino Unido, a novela Apple x Qualcomm ganha mais um capítulo internacional e parece cada vez mais longe do fim.

Via Apple Insider

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.