Samsung pede US$ 421 milhões em indenização para a Apple

Por Redação | 17.08.2012 às 15:04

A batalha judicial entre Apple e Samsung sobre o infringimento de patentes está perto de ser concluída. Todas as apresentações de defesa, acusação e testemunhas já foram ouvidas, e o anúncio do veredicto deverá acontecer até a próxima segunda-feira (20).

De acordo com o Rethink, a Samsung concluiu sua apresentação alguns dias depois da Apple com o pedido de indenização por danos no valor de US$ 421 milhões. Um dos especialistas em danos da empresa sul-coreana, David Teece, calculou o valor médio de US$ 349 milhões com base na taxa de royalties de 2,4% e da violação de duas patentes da Samsung.

A Samsung acredita que a estimativa de danos da Apple, que varia de US$ 2,5 a US$ 2,7 bilhões, está errada. O ex-sócio da firma de investimentos PriceWaterhouse, Michael Wagner, afirmou nesta quinta-feira (16) que, se a companhia sul-coreana infringiu patentes do iPhone e do iPad, o valor da indenização pedida pela empresa de Cupertino deveria ser de US$ 518 milhões.

Segundo o TechRadar, Wagner explicou que a diferença se deve ao fato do especialista em danos da Apple ter deixado de fora alguns gastos importantes em sua estimativa de bilhões de dólares. Ele não teria contabilizado custos na produção do iPad e do iPhone como despesas de vendas, marketing, pesquisa e desenvolvimento. Dessa forma, os lucros da Apple acabam se tornando bem maiores na conta "torta" da empresa.

Ainda na última audiência do caso, a Samsung afirmou que a Apple não pagou os mais de US$ 22 milhões por três patentes de recursos. Essas patentes cobrem serviços de navegação, fotos e reprodução de música. A defesa também teve que explicar porque a Samsung não perdeu dinheiro com o pagamento dessas patentes e, segundo David Teece, os valores são calculados como royalties.

Samsung vs apple

Especialistas afirmam que o cálculo da indenização exigida pela Apple está errado

Teece informou que a Apple deve à Samsung entre US$ 290 milhões e US$ 399 milhões em pagamentos de royalties. Com base nesses dados, o cálculo de danos exigido foi computado em US$ 421 milhões.

Depois da apresentação da empresa sul-coreana, os advogados da Apple apresentaram várias testemunhas, entre elas engenheiros e vice-presidentes, que afirmaram que a empresa não infringiu nenhuma das patentes da Samsung.