RIM é condenada a pagar US$ 147 milhões por infringir patentes

Por Redação | 16 de Julho de 2012 às 11h16

Na última semana, a RIM (Research In Motion) foi condenada a pagar aproximadamente US$ 147,2 milhões por infringir patentes da Mformation Technologies durante uma sessão na corte jurídica da Carolina do Norte, Estados Unidos.

O júri determinou que o BlackBerry Enterprise Server, serviço da RIM que permite que empresas monitorem os aparelhos de seus funcionários a distância, infringiu patentes da Mformation e ordenou o pagamento de US$ 8 para cada uma das 18,4 milhões de unidades vendidas.

Júri

De acordo com a CNET, a Mformation processou a produtora do BlackBerry em 2008 por infringir duas de suas patentes. A RIM, por sua vez, se recusou a licenciar a tecnologia e modificou seu software para incluir a tecnologia patenteada.

“Nós asseguramos que nossas inovações iniciais em gerenciamento de dispositivos foram colocadas através de uma avaliação jurídica rigorosa sobre a aplicação de patentes nos Estados Unidos e exterior”, afirmou em nota oficial Rakesh Kushwaha, CTO dMformation. “Com um total de 27 patentes concedidas ou pendentes, nosso portfólio de IP nos permitirá continuar a moldar o futuro do mercado de gerenciamento de aparelhos móveis”.

A RIM, que discordou da decisão judicial, não está vivendo uma boa fase. No mês passado, a empresa divulgou os números do seu primeiro trimestre fiscal de 2012 e afirmou ter perdido aproximadamente US$ 518 milhões, além de parte significativa do mercado de celulares com seu aparelho BlackBerry.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.