Oracle quer indenização de US$ 1,3 bi da SAP

Por Joyce Macedo | 05 de Setembro de 2012 às 10h09

Segundo informações do All Things D, a Oracle anunciou que pretende voltar a brigar com a SAP pela indenização de US$ 1,3 bi (cerca de R$ 2,64 bi).

As duas empresas assinaram um acordo no mês passado, no qual a Oracle aceitou o valor de US$ 306 milhões oferecido pela SAP - líder em softwares administrativos. O acordo evitaria a necessidade de um novo julgamento.

Por meio de um comunicado, a SAP declarou que está desapontada com a Oracle por estender o caso. "Nós concordamos em termos razoáveis nesse caso e acreditávamos que já estava na hora de encerrá-lo. Vamos continuar determinados a trabalhar através do processo legal para levar o caso a uma resolução", diz a empresa.

O caso

A briga entre as empresas se arrasta desde 2007, quando a Oracle entrou na justiça contra a SAP, alegando roubo de informações confidenciais por parte da TomorrowNow - subsidiária da empresa que fornecia suporte ao software da Oracle.

No processo, a empresa alegou que os funcionários da TomorowNow hackeavam sua rede de computadores para roubarem dados sobre seu software. A SAP chegou a admitir responsabilidade no caso, mas atribuiu o erro à TomorrowNow, cujas operações foram desativadas em 2008.

Em 2010, um júri federal atribuiu um valor de US$ 1,3 bi como indenização para a Oracle, porém em 2011 a SAP conseguiu diminuir esse valor para US$ 267 milhões.

Para evitar mais um round de julgamentos, a Oracle fechou um acordo no mês passado, em que receberia o valor final de US$ 306 milhões pela propriedade intelectual furtada. Agora, ela volta atrás e quer os US$ 1,3 bi iniciais.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.