HP ganha ação judicial contra Oracle

Por Redação | 01 de Agosto de 2012 às 20h08
Tudo sobre

HP

A briga entre a HP e a Oracle envolvendo os processadores Itanium chegou ao fim hoje, com decisão do juiz favorável para a Hewlett-Packard.

A decisão do Tribunal Superior do Condado de Santa Clara, Califórnia, EUA, revelou que a Oracle havia violado um contrato, acordado em 2010, onde dizia que continuaria produzindo softwares para determinados servidores da HP que utilizavam processadores Itanium.

Itanium

Por meio de um comunicado oficial a HP fez a seguinte declaração:

Assista Agora: Saiba quais são os 5 maiores problemas das empresas brasileiras e comece 2019 em uma realidade completamente diferente.

"A decisão de hoje é uma tremenda vitória para a HP e seus clientes. O Tribunal Superior do Estado da Califórnia, Condado de Santa Clara, confirmou a existência de um contrato entre a HP e a Oracle que requer que a Oracle porte seus produtos de software para os servidores Itanium da HP. Esperamos que a Oracle cumpra com sua obrigação contratual, conforme ordenado pelo Tribunal."

Agora o julgamento vai para uma segunda fase, onde um júri vai decidir sobre os danos causados. Sites como o Business Insider estimam que a HP exigirá algo em torno de US$ 500 milhões em prejuízos, pois culpa a Oracle por desacelerar as vendas do seu negócio de servidores.

Entenda melhor os motivos que levaram ao processo

No ano passado, a Oracle decidiu suspender o desenvolvimento de softwares para uso com o processador Itanium, pois, segunda a empresa, a Intel havia deixado claro que essa linha de chips estava se aproximando do fim.

A HP alegou que havia feito um acordo com a Oracle para manter o suporte aos servidores da empresa que utilizavam o Itanium, pois sem isso os equipamentos da HP que utilizavam estes processadores se tornariam obsoletos.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.