Groupon é expulso de comitê de compras coletivas online brasileiro

Por Redação | 10.10.2012 às 16:00

Um dos maiores sites de compras coletivas do mundo, o Groupon, foi expulso nesta quarta-feira (10) do Comitê de Compras Coletivas da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico por disponibilizar ofertas contrárias às normas da organização. As informações são da Reuters.

O órgão afirmou que a expulsão foi determinada depois de a empresa continuar a oferecer ofertas de smartphones, tablets e celulares sem homologação. O Groupon foi notificado duas vezes pelo Comitê e manteve a prática ilegal perante a política do órgão.

"Estas ofertas desrespeitam as normas regulatórias vigentes previstas no regulamento (...) da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel)", afirmou a entidade em comunicado oficial. "Mesmo após o recebimento de notificações, o site continuou publicando ofertas que violavam o artigo do Código de Defesa do Consumidor e, consequentemente, o Código de Ética e Autorregulamentação do Comitê de Compras Coletivas".

Groupon

O site não terá mais o certificado de 'excelência' emitido pelo Comitê

O Groupon também se pronunciou por meio de nota oficial afirmando que está estudando internamente as medidas cabíveis sobre o assunto e reafirmou seu "compromisso com os clientes em oferecer produtos e serviços de qualidade aos brasileiros".

As empresas de compras coletivas que integram o Comitê aprovaram e aderiram às normas de autorregulamentação propostas pelo órgão há pouco mais de um ano e, a partir de agora, o Groupon passa a não ter mais a certificação de 'excelência' da entidade. Além disso, a decisão do Comitê surge em meio a um período de grande fiscalização dos serviços de comércio eletrônico por parte dos órgãos de defesa do consumidor.