Gradiente recusa acordo com Apple para uso do termo 'iphone' no Brasil

Por Redação | 29 de Julho de 2013 às 14h26
photo_camera IDNES

A IGB Eletrônica, proprietária da Gradiente, informou na última sexta-feira (26) que recusou a oferta feita pela Apple pela compra dos direitos autorais da marca 'iphone' no Brasil e que o caso deve ter andamento judicial. A Gradiente solicitou o registro da marca em 2000 junto ao INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial), conseguindo o direito oito anos depois, enquanto a Apple entrou com o pedido apenas em 2007.

Os advogados da IGB Eletrônica foram procurados pelos representantes da Maçã na tentativa de chegarem a um acordo para que a empresa norte-americana possa usar a marca legalmente no país. "A companhia decidiu dar andamento no processo judicial por ela movido em São Paulo e contestar o processo que é movido contra o INPI e contra a companhia na Justiça Federal do Rio de Janeiro", afirma nota oficial enviada à Reuters.

Ainda em nota, a companhia afirmou que "segue otimista" e que deve lançar um novo smartphone Gradiente sob a marca 'iphone', mas ainda não informou a data do seu lançamento. O pedido da Gradiente para a suspensão das vendas do iPhone da Apple no Brasil não foi deferido pela justiça.

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!