Google deve resolver caso de manipulação de resultados de buscas ainda hoje

Por Redação | 03 de Janeiro de 2013 às 12h00
Mashable
Tudo sobre

Google

O Google e a Comissão Federal de Comércio (FTC) dos Estados Unidos estão próximos a chegar a um acordo ainda hoje (3) sobre o caso antitruste no qual a gigante da Web está envolvida, segundo matéria publicada pela agência de notícias Bloomberg.

Depois de mais de 20 meses de discussões, o Google estaria disposto a encerrar o caso com um "acordo voluntário e um decreto consentido" no caso em que é acusado de suposto abuso de patentes. A investigação, iniciada em junho de 2011, concentrou-se no modo como a empresa utiliza seu motor de buscas para direcionar tráfego para seus próprios produtos, desfavorecendo outros concorrentes.

Entre as empresas que acusam o Google de uso indevido do seu sistema de buscas estão a Microsoft, Yelp e Expedia. A legislação do país impede e considera uma prática ilegal a formação de trustes, já que essa prática é um entrave para a livre concorrência.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Ainda de acordo com a Bloomberg, a FTC deverá anunciar que a empresa concordou, voluntariamente, em modificar algumas de suas práticas comerciais e solucionar as acusações de que utiliza algumas de suas patentes para impedir a concorrência. Como parte das novas determinações, o Google deverá mudar a forma como utiliza o conteúdo de outros sites e também permitirá que anunciantes exportem dados para outras plataformas.

No entanto, o órgão regulador não deve tomar medidas drásticas com relação ao Google, algo que especialistas acreditam que poderá irritar seus concorrentes. A decisão do caso norte-americano era esperada para o final de 2012, mas a FTC empurrou a conclusão para 2013.

O Google também está sendo investigado pela Comissão Antitruste da União Europeia mediante as mesmas reclamações de preferência injusta por seus próprios serviços em seu motor de buscas.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.