Facebook vai pagar US$ 20 milhões em indenização para usuários

Por Redação | 27.08.2013 às 13:19

Finalmente a ação judicial relacionada às "Histórias Patrocinadas" do Facebook chegou ao fim. Um juiz norte-americano decretou que a rede social pague US$ 20 milhões pela ação coletiva movida por usuários da rede social que se sentiram lesados pelo uso de suas imagens e informações pessoais nos anúncios da empresa. As informações são da agência de notícias Reuters.

As 'Histórias Patrocinadas' do Facebook originalmente exibiam o nome do usuário, uma foto e um slogan afirmando que ele 'curtia' determinada marca ou página. Esses anúncios apareciam no canto direito da tela do usuário, mas a empresa os moveu, discretamente, para o Feed de Notícias dos usuários, os identificando como 'histórias patrocinadas'.

Cinco usuários – que representam mais de 100 milhões de membros envolvidos na ação – que tiveram seus nomes usados nos anúncios do Facebook moveram a ação judicial contra a empresa alegando violação de privacidade e uso de informações pessoais sem autorização.

A queixa foi registrada em 2011 e o processo foi recheado de drama. Um primeiro acordo finalmente foi alcançado em 2012, mas logo depois foi rejeitado pelo juiz. Então, em outubro de 2012, a rede social de Mark Zuckerberg apresentou uma nova proposta de acordo em que a empresa concordou em pagar US$ 20 milhões para compensar os autores da ação.

Além disso, o Facebook também prometeu dar aos usuários mais controle sobre como seus conteúdos são compartilhados – mudanças que os advogados dos demandantes avaliam em US$ 145 milhões. Essa oferta teve aprovação preliminar do juiz em dezembro de 2012.

Na decisão final anunciada na última segunda-feira (26), o juiz responsável pelo caso escreveu que o acordo, "apesar de não incorporar todas as funções que alguns dos opositores prefeririam, possui valor significativo". Segundo dados do processo, a rede social cobrou dos anunciantes aproximadamente US$ 234 milhões pelas "Histórias Patrocinadas" entre janeiro de 2011 e agosto de 2012.