Cisco questiona aquisição do Skype pela Microsoft em Comissão Europeia

Por Redação | 29 de Maio de 2013 às 16h11

A Cisco tentará convencer o segundo maior tribunal da Europa de que a aprovação da compra do Skype pela Microsoft pela Comissão Europeia foi equivocada, e que ela deve ser anulada nesta quarta-feira (29). A empresa, em conjunto com a operadora italiana Messagenet SpA, afirma que aconteceram diversos "erros manifestos" durante o processo de aprovação da compra no valor de US$ 8,5 milhões (R$ 17,6 milhões). As informações são da agência de notícias Reuters.

Desde que o acordo de compra foi oficializado em 2011, a Cisco se posiciona contrária a decisão da Comissão da UE, alegando que sejam aplicadas mais sanções sobre a Microsoft pela aquisição. A companhia afirma que a Microsoft e sua compra prejudicam alguns de seus produtos de videoconferência, principalmente porque os serviços não funcionam de forma integrada.

Historicamente, a última vez que uma decisão da Comissão foi invalidada foi em um processo entre as gravadoras Sony Music e BMG, em 2002. A justiça costuma, na maioria dos casos, se posicionar a favor da Comissão e, caso a Cisco não consiga reverter a decisão na corte geral, ela deve seguir com o processo para a Corte de Justiça Europeia.

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!