Arianna Huffington é processada por deixar apartamento de luxo em mau estado

Por Redação | 02 de Abril de 2013 às 15h18

Arianna Huffington, cofundadora do The Huffington Post, está sendo processada por ter deixado um apartamento de luxo na região de Chelsea, Nova York, Estados Unidos, em mau estado de conservação. O imóvel alugado por US$ 27 mil (R$ 54,4 mil) ao mês teve seu piso de madeira estragado e colchões foram deixados com marcas de sangue – Eric Steel, proprietário do apartamento, planeja receber US$ 275 mil (R$ 550 mil) por danos. As informações são do site Gawker.

As paredes do apartamento foram encontradas danificadas e sem vitrais, além do piso de madeira, que foi encontrado com perfurações em alguns pontos. "Arianna Huffington estava usando o apartamento para dar festas e eventos empresariais em violação do contrato de sublocação e suas próprias promessas", revelam os documentos da ação judicial. Uma gaveta da geladeira, a máquina de lavar e os botões do fogão também foram danificados.

O processo alega que a executiva danificou uma mesa de jantar "insubstituível" projetada pelo famoso arquiteto Charles Gwathmey, padrasto do dono do apartamento. Eric Steel também alega que Arianna permitiu que suas filhas ficassem no apartamento quando havia assinado um contrato afirmando que seria a única moradora do imóvel.

A executiva se pronunciou sobre o processo judicial por meio de nota oficial e negou todas as acusações. "Cada reivindicação nesse processo é falsa, exceto a metragem quadrada e o endereço. Eric Steel, que renovou a locação duas vezes e visitou o apartamento várias vezes, está segurando US$ 93 mil (R$ 188 mil) em depósitos, que ele se recusou a devolver. Ele obviamente está tentando extorquir mais dinheiro de mim, fazendo reivindicações absurdas. Isso não vai funcionar", disse.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.