Apple inclui o Samsung Galaxy SIII em sua reclamação de quebra de patentes

Por Redação | 04 de Setembro de 2012 às 12h44
Tudo sobre

A Apple anunciou nesta segunda-feira (3) que incluiu várias versões do aparelho Samsung Galaxy SIII em sua reclamação de quebra de patentes perante o tribunal em um novo processo separado contra a Samsung. A empresa de Cupertino pediu na última semana a proibição da venda de mais de oito modelos de smartphones da empresa sul coreana.

No último mês, a corte da cidade de San Jose, na Califórnia, publicou seu veredicto a favor da Apple no processo de infringimento de patentes contra a Samsung. A sul coreana foi condenada por quebrar seis patentes da Apple e deverá pagar US$ 1 bilhão (R$ 2.030.900) em danos.

O novo pedido da Apple foi apresentado ao tribunal na última sexta-feira (31), incluindo o Galaxy SIII e outros produtos a sua lista de aparelhos da Samsung que supostamente utilizaram ilegalmente suas patentes para serem produzidos.

Assista Agora: Gestor, descubra os 5 problemas que suas concorrentes certamente terão em 2019. Comece 2019 em uma nova realidade.

Segundo o PC World, a denúncia havia colocado em pauta a quebra de um total de oito patentes e a identificação de 17 produtos com o uso ilegal dos recursos, mas a Apple mudou seu pedido de proibição apenas para o Galaxy Nexus e com base em quatro patentes. Entre as patentes está uma referente a interface para a recuperação de informação, slide para desbloquear a tela, recomendação de palavras e auto correção e uma relativa ao sistema e método de ação sobre uma estrutura de dados.

Em junho, quando a Samsung anunciou o lançamento do Galaxy SIII no mercado norte-americano, a Apple tentou inserir o novo aparelho em sua reclamação de patentes alguns dias antes da audiência, mas o tribunal negou seu pedido, já que seria necessário mais tempo para a análise do produto.

Com a alteração do pedido, a companhia norte-americana acrescentou 21 aparelhos incluindo smartphones, tocadores de mídia e tablets que a Samsung lançou desde agosto de 2011 até agora. A Apple ainda afirma que os aparelhos adicionados recentemente quabram ao todo oito de suas propriedades intelectuais.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.