Afinal, qual será o destino dos arquivos 'presos' no Megaupload?

Por Redação | 05.10.2012 às 17:20

O juiz responsável pelo caso do Megaupload, Liam O'Grady, anunciou que irá ouvir algumas pessoas que possuem arquivos armazenados nos servidores de Kim Dotcom antes de tomar uma decisão sobre qual será o destino do conteúdo, que por enquanto está confiscado.

O CNET informou que o juiz só tomou essa decisão, de ouvir os donos dos arquivos, devido a uma ação movida na justiça pelo fotógrafo esportivo Kyle Goodwin. O norte-americano entrou com o recurso a fim de recuperar diversas fotos e vídeos de competições esportivas de alguns estudantes, que ele havia armazenado no Megaupload.

O motivo dos arquivos continuarem retidos pela justiça é o fato de considerarem que a maioria do conteúdo armazenado nos servidores está relacionada a pirataria de músicas e filmes. O juiz ainda não ouviu a Motion Picture Association of America, uma das associações que faz a acusação de pirataria contra o serviço do Megaupload.

O advogado do site, Ira Rothken, disse que vai entrar com um pedido ao juiz para que os responsáveis pelo Megaupload coordenem a entrega dos arquivos aos seus usuários. Ele alega que, de acordo com os termos de privacidade, apenas o provedor do serviço está autorizado a mexer nos dados enviados ao site.

Enquanto isso, Kim Dotcom, o fundador do serviço de armazenamento de arquivos, prepara o lançamento do seu próximo site, o Megabox.