Extensão para o Steam é acusada de espionar usuários

Por Redação | 20 de Setembro de 2017 às 10h57

Uma das extensões mais populares do marketplace do Steam, a Inventory Helper está sendo acusada de espionar os usuários. O software, que adiciona funções e incrementa o sistema de compra e venda de itens da plataforma, também rastreia toda a navegação para fins de publicidade, o que inclui cliques e movimentação do mouse.

A análise foi publicada na rede social Reddit, com todo o funcionamento da solução sendo detalhado. De acordo com o responsável pela publicação, identificado apenas como Wartab, o Steam Inventory Helper executa um script sempre que uma página web é aberta, mesmo que ela esteja em branco, e acompanha todos os movimentos do usuário, enviando as informações para um servidor próprio.

Esse monitoramento é feito sem o conhecimento do utilizador, que não é avisado sobre isso no momento da instalação nem ao longo da utilização do plugin. Felizmente, o software não coleta as informações digitadas, o que faz com que senhas e logins de acesso estejam seguros. Ainda assim, é possível que a extensão tenha acesso e compartilhe informações sigilosas por meio do restante do rastreamento que realiza.

Segundo Wartab, as informações de telemetria somente são enviadas aos servidores em algumas circunstâncias, possivelmente quando o software localiza algo de interesse específico, que ele não conseguiu identificar – a aposta é em páginas e serviços relacionados a games e entretenimento. Além disso, ele ressalta que, ao instalar o plugin, o usuário também dá, implicitamente, todas as permissões de acesso ao Inventory Helper, permitindo, se os desenvolvedores quiserem, que o rastreamento seja ainda maior em atualizações futuras.

Em seus termos de uso, a extensão afirma que não coleta ou altera dados dos usuários, mas, em declaração pública feita após a revelação do rastreamento, admitiu que faz isso. Pedindo desculpas aos usuários, a equipe do Inventory Helper disse apenas coletar telemetria para conhecer exatamente sua base de utilizadores, de forma a melhorar a qualidade dos serviços.

De acordo com os responsáveis, apenas dados como o país de acesso, linguagem utilizada pelo sistema e estatísticas de pesquisas no marketplace, compra e venda de itens são obtidas e compartilhadas com um servidor. Tudo, afirmam, em prol do lançamento de atualizações e melhorias, que tornem o Inventory Helper melhor e mais interessante para quem utiliza o Steam.

Apesar das explicações, os desenvolvedores também retiraram do ar a versão corrente do Steam Inventory Helper, substituindo-a por uma sem os recursos de telemetria. Para os usuários atuais, essa mudança aparecerá como atualização, enquanto para novos, ela nem mesmo será instalada. Em ambos os casos, as permissões de sistema relacionadas ao rastreamento também não serão mais exigidas.

A Valve, dona do Steam, não se pronunciou sobre o assunto. A empresa não tem responsabilidade sobre o desenvolvimento de extensões para seus serviços, apesar de regular permissões e o acesso à plataforma por meio de APIs e outras soluções disponíveis aos criadores de software.

Fonte: The Next Web

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.