Bolsomito 2K18 não vai mais ser vendido pela Steam

Por Felipe Demartini | 30 de Janeiro de 2019 às 12h42
(Imagem: Divulgação/bS Studios)

O game Bolsomito 2K18 teve suas vendas encerradas definitivamente na Steam. O game estava disponível desde o ano passado e foi alvo de uma ação judicial, com ordem de suspensão na comercialização emitida no começo de dezembro. Essa decisão foi cumprida pela Valve, dona da plataforma online, no último dia 19 de janeiro. A empresa também informou ter repassado ao Ministério Público os dados do criador do título.

Após seu lançamento, o game foi rebatizado apenas como Bolsomito e chegou a participar da promoção de final de ano da Steam, antes de ser suspenso. No game, o jogador controla uma figura semelhante ao presidente Jair Bolsonaro e deve lutar contra mulheres, negros, integrantes de movimentos sociais ou partidos políticos contrários e membros da comunidade LGBT, tudo em prol do que a sinopse afirma ser a derrota dos “males do comunismo”, incorporando “o herói que vai livrar uma nação da miséria”.

Na decisão judicial, o desembargador Álvaro Ciarlini, do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios, afirma que o título promove a discriminação racial, a opressão, o preconceito e a violência, além de mostrar práticas de intolerância e homicídio. É uma conclusão também apoiada pelo Ministério Público, por meio da Unidade Especial de Proteção de Dados e Inteligência Artificial (Espec), que é a responsável pelo caso.

Após pedido judicial, Bolsomito tem vendas encerradas na plataforma de games Steam (Imagem: Reprodução/Felipe Demartini)

O promotor Frederico Meinberg, que também é coordenador da unidade, foi além, afirmando que o game viola a imagem não apenas de movimentos e pessoas, mas também do próprio presidente. Na visão dele, o jogo expõe o país de forma negativa no cenário internacional e não deve permanecer no ar, já que a manifestação de pensamento na internet não deve incluir o discurso de ódio.

A Espec, agora, espera ver o caso servindo como precedente para futuras decisões. Além disso, a organização continua trabalhando nas investigações, agora de posse dos dados dos responsáveis pelo BS Studios, identificado na página do game como os responsáveis por ele. As informações, claro, não foram reveladas publicamente.

Bolsomito não pode mais ser localizado por meio das buscas do Steam, mas sua página de registro permanece no ar, sem o botão de Comprar. Não é mais possível adquirir o game, mas a ideia é que quem o comprou durante os meses em que esteve no ar poderá continuar realizando o download e instalação sempre que quiser.

Fonte: MPDFT

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.