Sem Pokémon GO? Confira 5 games baseados em geolocalização disponíveis no Brasil

Por Redação

Pokémon GO já é sucesso absoluto em todos os países em que foi oficialmente lançado e parte desse sucesso se dá ao fato de o jogo ter um aspecto nostálgico na vida de quem nasceu entre as décadas de 80 e 90, além de ser um game que explora novas tecnologias, como a geolocalização e a realidade aumentada (RA).

Com a vinda do título, uma categoria de games que não fazia tanto sucesso passou a brilhar nas prateleiras virtuais de lojas como a App Store e a Google Play: os games baseados em localização por GPS e que exploram narrativas dentro do mundo real viraram febre em todo o mundo. Confira esta lista com os 5 melhores títulos do tipo que estão disponíveis no Brasil.

Ingress (Niantic Labs)

Ingress

(Foto: Reprodução/Makermak)

Em Ingress, os jogadores são divididos em duas facções de agentes na luta pelo controle de portais energéticos. Assim como em Pokémon GO, esses portais correspondem a locais reais no mundo todo, tais como grandes prédios ou monumentos de sua cidade. Quando um agente consegue o controle de três portais, a área triangulada por ele fica sob o domínio de seu grupo e o agente responsável ganha pontos por quanto tempo conseguir manter o controle dos três portais até que um inimigo o tome.

A narrativa do game se passa em um cenário bastante sci-fi, quando uma nova forma de energia é descoberta: a chamada Matéria Exótica. No enredo, o objetivo final das duas facções é conseguir o domínio desta forma de energia e descobrir como manipulá-la a seu favor. Pokémon GO e Ingress compartilham uma série de características já que são desenvolvidos pela mesma empresa, a Niantic Labs, e apostam na mesma jogabilidade.

jogos baseados em localização

Na hora de jogar, é necessário escolher ser parte de um dos dois times de agentes, mas cuidado! A escolha é permanente. (Foto: Reprodução/Canaltech)

Embora Ingress tenha menos usuários que Pokémon GO, ele tem recursos que foram conquistados com o passar dos anos, desde que foi lançado em 2012. As interações sociais do game são mais completas e, ao contrário de Pokémon GO, está disponível no Brasil.

Você pode baixá-lo tanto para iOS quanto para Android. O jogo em si é gratuito, mas oferece compras de itens e recursos com valores que podem variar dos R$ 7 aos R$ 390

Landlord (Reality Games)

jogos baseados em localização

(Foto: Divulgação/Reality Games)

Com uma proposta de sucesso embalada na nova categoria de games baseados em geolocalização, Landlord tenta transformar o mundo real em um grande tabuleiro de Banco Imobiliário, um dos boardgames de maior sucesso de todos os tempos. Com ele, é possível adquirir integral ou parcialmente imóveis e estabelecimentos comerciais da sua cidade, angariando cada vez mais negócios e dinheiro, é claro.

O objetivo do game é tornar-se um magnata do mundo virtual, e para isso você tem acesso à gráficos econômicos e uma série de outros dados ficcionais que irão te levar ao topo. Você pode trocar aquisições tendo lucro ou prejuízo, mas, no fim das contas, o importante aqui é se arriscar como um gênio dos negócios faria. Landlord explora sua capacidade de tomar decisões quando te obriga a optar por investir numa propriedade ou vendê-la, e conta com um número de jogadores relativamente grande no país.

jogos baseados em localização

(Foto: Divulgação/Reality Games)

Apesar de contar com estabelecimentos comerciais reais da sua cidade, o game também permite que você dê uma olhada em monumentos e grandes corporações de vários países: é possível comprar prédios mundialmente famosos em Nova Iorque ou em Sydney, como o Opera House da metrópole australiana, por exemplo. Para jogar, é necessário ter uma conta no Foursquare ou Facebook, para poder se conectar aos seus amigos e pessoas da região que negociam e trocam imóveis no jogo.

Landlord é gratuito para Android e iOS, mas há itens compráveis dentro do game que podem custar de R$ 5,60 a R$ 394,95 cada.

Zombies Run! (Six to Start)

Jogos baseados em localização

(Foto: Divulgação/Six to Start)

Sendo um dos mais antigos e famosos dessa categoria, Zombies Run! adiciona um pouco mais de ação na receita dos jogos que dependem da geolocalização do usuário. Como o seu nome já deixa bem claro, o objetivo aqui é escapar de um apocalipse zumbi da melhor forma possível, ou seja, fugindo! A Six to Start, responsável por desenvolver o título, afirma que o game é um dos mais populares no seu estilo e que conta com mais de um milhão de jogadores ativos atualmente.

Após abrir o aplicativo e criar uma conta para a sincronização dos dados, o usuário é convidado a iniciar sua primeira missão correndo para qualquer direção que desejar. O aplicativo também serve como um monitorador de atividades físicas, já que acompanha parâmetros como a distância percorrida e a velocidade em que um determinado trajeto foi feito. Conforme os sobreviventes vão avançando nas mais de 200 missões disponíveis, surgem cada vez mais desafios, como missões complementares em que só fugir dos zumbis não é o suficiente.

jogos baseados em localização

Apesar de funcionar perfeitamente no Brasil, o aplicativo está disponível apenas em inglês (Foto: Reprodução/Canaltech)

Apesar de não ser tão imersivo quanto Pokémon GO ou Ingress, por não ter uma interface gráfica que introduza o usuário na história criada, o jogo consegue contornar isso criando um ambiente psicológico, no qual o usuário se sente envolvido no enredo com a ajuda de sua imaginação. É válido lembrar que, além da narração principal que te acompanha durante as corridas e cria o ambiente fictício, é possível jogar Zombies Run! com a trilha de qualquer música escolhida por você, já que o jogo conta com integração com serviços de streaming como o Spotify, Deezer, Apple Music ou até mesmo com os arquivos de música armazenados no seu gadget.

Disponível tanto para Android quanto para iOS, Zombies Run! é gratuito para jogar, mas conta com itens compráveis dentro do app que podem custar de R$ 2,50 a R$ 60 cada.

Geocaching (Groundspeak Inc)

Jogos baseados em localização

(Foto: Reprodução/Seattle Globalist)

Geocaching pode não parecer o título mais divertido desta lista, mas certamente é um dos melhores em termos de desenvolvimento e ecossistema. Por ser desenvolvido por uma empresa de grande porte, comparável à Niantic Labs, este título tem como seu principal atrativo a ampla comunidade que é fiel ao game. Nele, o usuário é convidado para uma espécie de "caça ao tesouro" e seu objetivo é procurar por objetos escondidos em contêineres espalhados por sua cidade.

É claro, você pode tanto esconder objetos quanto caçá-los e encontrá-los. Os jogadores sempre são encorajados a deixar alguma outra recompensa no lugar daquela que acabaram de pegar, de maneira que a comunidade do game sempre esteja ganhando e interagindo entre si. Esse estilo de game em particular não é uma criação da Groundspeak, já que jogos no estilo "caça ao tesouro" fizeram sucesso no início dos anos 2000, quando os aparelhos de GPS já eram acessíveis.

jogos baseados em localização

(Foto: Divulgação/Geocaching)

Geocaching, assim como todos os outros, também é gratuito para iOS e Android. Entretanto, há uma série de benefícios que você pode acabar pagando para ter, como tesouros exclusivos para assinantes e ferramentas virtuais para te ajudar na busca. Esses itens podem variar de R$ 18,60 até R$ 93,00.

Turf Wars (Mean Free Path)

jogos baseados em localização

(Foto: Divlgação/Mean Free Path)

Turf Wars é, sem sombra de dúvidas, um dos games mais bem avaliados e populares desta lista. Ao contrário do que é visto em Landlord, o game não quer que você conquiste bairros e estabelecimentos por meio de métodos lícitos, mas sim por meio da máfia e tudo que há de mais emocionante nisso. O game permite que você controle localidades e dispute com outros líderes por um determinado local e, exatamente como funciona na vida real, há lugares que valem uma boa briga e outros lugares que nem tanto.

Seguindo os padrões éticos da verdadeira máfia, o jogo te incentiva a pagar propina à polícia e a extorquir comerciantes locais, além de outros mafiosos menos poderosos que você, é claro. Como nada é fácil nesta vida, o desafio está entre investir em proteção para os pontos que você já controla ou investir na tomada de outras localidades, como estabelecimentos que irão te pagar uma mensalidade por "proteção". Exatamente como Zombies Run!, Turf Wars não conta com uma interface gráfica que te insira diretamente no jogo, mas é provável que, com a ajuda de alguma imaginação, ele te conquiste em pouco tempo.

jogos baseados em localização

(Foto: Reprodução/Canaltech)

Por mais que seja totalmente gratuito para jogar, e que seja realmente possível se sair bem sem comprar nada, há alguns itens compráveis no jogo que podem acabar acelerando a sua ascensão ao topo. Tais itens têm valores que podem variar dos R$ 2,53 aos R$ 230. O game está disponível para aparelhos Android e iOS.

E aí, curtiu algum dos jogos? Nos responda no campo dedicado aos comentários logo abaixo!

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.