Polícia da Espanha faz guia de segurança para jogadores de Pokémon GO

Por Redação | 21.07.2016 às 09:32
photo_camera Divulgação

O sucesso repentino de Pokémon GO pegou muita gente de surpresa, incluindo bares, restaurantes e outros estabelecimentos que foram invadidos pelos mestres Pokémon. E até a polícia teve de se adequar à febre do momento. Prova disso é que, na Espanha, as autoridades locais publicaram nesta segunda-feira (18) um guia para que os caçadores procurem pelos monstrinhos sem deixar de lado a segurança.

O objetivo da polícia espanhola é justamente evitar que casos bizarros envolvendo o game continuem acontecendo. Para se ter uma ideia, só nas duas últimas semanas, players do título publicado pela Nintendo já encontraram cadáveres, foram roubados e esfaqueados, e quase foram vítimas de um tiroteio. Na Austrália, houve inclusive uma situação em que dezenas de pessoas invadiram uma delegacia em busca dos personagens do jogo.

Além disso, desde o lançamento do game no início deste mês, foram registrados alguns acidentes de trânsito, tanto por motoristas jogando quanto por pedestres distraídos nas telas de seus smartphones. Em países como os Estados Unidos, onde o jogo foi lançado alguns dias antes da Espanha, alguns usuários provocaram reclamações depois de invadir locais como igrejas, o memorial do holocausto e o Cemitério Nacional de Arlington, em Washington.

Por conta disso, o guia da polícia espanhola diz que é normal se sentir animado com a chegada de Pokémon GO, mas que também é "absolutamente proibido capturar um Pokémon enquanto conduz [um veículo] ou anda de bicicleta". "Da mesma forma que outros aplicativos de geolocalização, isto pode ser usado por bandidos para saber quando você sai de casa ou onde está em um dado momento", alertam os policiais.

"Se você ver um Snorlax ou um Vaporeon, não se guie apenas pela emoção, sua segurança vem primeiro. Não ande no meio da rua, respeite os sinais de trânsito, não invada propriedades privadas e respeite normas de espaços e edifícios públicos", completam as autoridades.

Em Pokémon GO, os jogadores utilizam o sistema de localização por satélite dos smartphones e suas câmeras para encontrar os monstros em lugares do mundo real. O título mistura elementos característicos da franquia com realidade aumentada, permitindo que os usuários apontem a câmera do aparelho para capturar os Pokémon que, posteriormente, precisam ser treinados para que consigam evoluir.

Por enquanto, o game está disponível em 32 países: Alemanha, Áustria, Bélgica, Bulgária, Canadá, Chipre, Croácia, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estónia, Finlândia, Grécia, Groenlândia, Holanda, Hungria, Irlanda, Islândia, Itália, Letónia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Polónia, Portugal, Reino Unido, República Checa, Roménia, Suécia e Suíça. Previa-se que o título chegaria nesta quinta-feira (21) ao Brasil, o que ainda não aconteceu, para a frustração dos ansiosos fãs.

Fonte: Reuters