Número de usuários de Pokémon GO começa a cair

Por Redação | 22 de Agosto de 2016 às 18h36
photo_camera Divulgação

Depois de muito tempo no forno, Pokémon GO chegou às lojas de aplicativo de várias partes do mundo e se tornou uma febre por onde passou. O game ultrapassou Facebook e WhatsApp na lista dos apps mais populares, se tornou o jogo mobile mais baixado de todos os tempos e já rendeu uma grana preta para a Niantic, sua desenvolvedora, dando indícios de que estávamos diante de um novo fenômeno.

Contudo, como provam Angry Birds e Candy Crush, nem todo reinado é eterno. E prova de que o castelo do game de realidade virtual pode estar começando a tremer é a recente informação de que a quantidade de jogadores diários (ou seja, pessoas que usam o game ao menos uma vez por dia) está caindo. Após as estimativas apontarem que cerca de 40 milhões de pessoas ao redor do mundo jogavam o game diariamente, os últimos relatórios de empresas que analisam dados do setor, o número de jogadores ativos diários já está próximo dos 30 milhões.

Gráficos declínio Pokémon GO

Número de jogadores diários de Pokémon GO vem caindo gradativamente. (Foto: Reprodução/Axiom Capital Management)

O engajamento no game também vem caindo de forma significativa desde o dia 5 de agosto, quando alcançou o seu maior pico desde o seu lançamento há quase dois meses. “Dado o rápido crescimento do uso de Pokémon GO desde o seu lançamento em julho, os investidores ficaram preocupados por esta nova experiência de usuário estar diminuindo graças ao tempo gasto em outros aplicativos mobile”, escreve o analista sênior da Axiom Capital Management Victor Anthony.

Gráficos declínio Pokémon GO

Engajamento dos jogadores também vem caindo desde o início do mês de agosto. (Foto: Reprodução/Axiom Capital Management)

Além dos gráficos que indicam o número de usuários diários do jogo e também o engajamento do público que já possui o título instalado em seu dispositivo, outro dado usado pela empresa de análise do mercado de apps que supostamente reforça a ideia de queda é também a diminuição pelas buscas sobre o termo “realidade aumentada” no Google. O gráfico abaixo mostra o boom de pesquisas acerca da tecnologia com o lançamento de Pokémon GO e, mais recentemente, a sua queda.

Gráficos declínio Pokémon GO

Buscas no Google por realidade aumentada também vêm diminuindo. (Foto: Reprodução/Axiom Capital Management)

Tudo isso significa que o jogo da Niantic está com os dias contados? É lógico que não. Vale lembrar que qualquer assunto que ganha grande destaque acaba por chamar a atenção de muita gente. Assim, é provável que um número considerável de pessoas tenham baixado o app e começado a jogar apenas para ver qual é a do jogo, abandonando-o logo em seguida.

De qualquer maneira, não dá para imaginar que Pokémon GO ficará na crista da onda para sempre, afinal a história nos mostra que as febres são temporárias. Em breve, algo novo surge para tomar conta dos dispositivos móveis de todo mundo — o que também não vai significar o fim da captura dos monstrinhos pelo mundo real.

Fonte: Bloomberg