Jogos de cartas estão se tornando o gênero mais popular entre os games mobile

Por Redação | 14 de Agosto de 2015 às 08h37

De acordo com um levantamento realizado pelo instituto de pesquisa norte-americano SuperData, o mercado de jogos para dispositivos móveis pode ser liderado por jogos de cartas em um futuro não tão distante. Não, não estamos falando de Paciência e Uno, mas de títulos mais complexos de cards colecionáveis, como Hearthstone, The Pokémon Trading Card Game e Magic Duels.

Para se ter uma ideia, o lucro total originado pelos jogos de cartas no ano passado foi de mais de US$ 1 bilhão em todo o mundo, sendo que até 2018 o gênero pode crescer mais 5% - uma porcentagem modesta, porém considerável se levarmos em conta que os CCGs conseguiram reunir uma gigantesca parcela de jogadores.

Anteriormente, a categoria de jogos de cartas era constituída por representantes de menor expressão, como Rage of Bahamut e Marvel: War of Heroes. Entretanto, o lançamento de games competitivos mais elaborados e com elevado fator replay transformou o gênero também no mais rentável das lojas virtuais. O fato de um título poder ser jogado em qualquer lugar contribuiu para que os smartphones e tablets se tornassem as plataformas ideais para card games que adotam o modelo gratuito baseado em microtransações, ocupando assim o posto previamente ocupado pelo PC.

O estudo também revela que cerca de 80% dos jogadores da categoria de jogos mais visitada da App Store e Google Play têm em média 31 anos e são do sexo masculino. No caso de Hearthstone, o produto mais popular do gênero, a pesquisa mostra que o game da Blizzard gera, atualmente, mais de US$ 20 milhões por mês e reúne cerca de 9 milhões de usuários nas plataformas móveis.

Devido ao surpreendente sucesso da categoria, renomadas empresas da indústria já se preparam para embarcar nessa onda. Atualmente, a Electronic Arts está trabalhando em Star Wars: Galaxy of Heroes, um título relacionado à franquia criada por George Lucas que vai agrupar o universo dos seis filmes em um só produto. Além dela, a Bethesda também vai investir na empreitada, explorando o gigantesco mundo de sua franquia de RPG para trazer The Elder Scrolls Legends para iPad no final deste ano.

Via: SuperData

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.