Jogo de Lula contra o Japonês da Federal vira sucesso no Android

Por Durval Ramos | 08 de Março de 2016 às 10h31

O brasileiro é um povo criativo e muito bem-humorado, disso não há a menor dúvida. Basta ver o quanto ele é capaz de fazer piada com qualquer tipo de situação, incluindo a crise política e econômica na qual o país se encontra. E, como Brasília se transformou em uma enorme novela repleta de reviravoltas, era óbvio que as paródias e brincadeiras com o assunto não iam parar.

A gente já viu alguns exemplos de jogos que se aproveitam de toda essa situação para brincar com a figura da presidente Dilma Rousseff e de outros políticos. No entanto, depois do espetáculo causado pelo mandado de condução coercitiva que levou o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva a depor na Polícia Federal na última sexta-feira (04), a lista de jogos que brincam com essa questão aumentou.

O game Pula Molusco! é um exemplo disso. Disponível para Android e, em breve, para iOS, o game brinca um pouco com aquilo que vimos nos noticiários na semana passada e mistura com o desejo de muita gente: o famoso Japonês da Federal segue em perseguição do ex-presidente Lula e o objetivo é fazer com que o político consiga escapar das garras do oriental mais temido dos políticos.

Pula Molusco

Porém, ao contrário do que muitos podem imaginar, o aplicativo não foi desenvolvido às pressas para se aproveitar do burburinho causado pelo episódio político. De acordo com o desenvolvedor do game, Marcelo Prado, o projeto é um pouco mais antigo e já estava em produção há mais de um mês antes de Lula voltar aos noticiários. Com apenas 17 anos, o jovem fez todo o trabalho de game design sozinho e usava as horas vagas para criar os conceitos e programar tudo. Tanto que o título foi lançado dias antes de toda a reviravolta política.

E o timing foi incrível. Prado conta que enviou o app para a Play Store e para a App Store, mas apenas a loja da Google disponibilizou o game. "Segurei a divulgação do Pula Molusco! por duas semanas, pois não queria divulgá-lo para apenas uma plataforma. O problema foi quando no meio da aula de sexta-feira soube do que tinha acontecido com o Lula", relembra o rapaz, que não perdeu tempo e aproveitou o ocorrido para começar a promover seu trabalho. "O timing foi tão bom que divulguei por duas horas e quando percebi, ele já estava nos Top 30 da Google Play em menos de 3 dias".

A recepção também foi bastante positiva. Embora não esteja mais na lista de aplicativos mais baixados da Play Store, a nota e os comentários dos usuários é muito boa. Atualmente, ele conta com a pontuação média de 4,8 em uma escala que vai até 5,0. Ao todo, 1.087 pessoas opinaram e a grande maioria deu entre cinco e quatro estrelas, o que confirma o sucesso.

Pula Molusco

Ainda assim, ele garante que a versão de Pula Molusco! para iPhone e iPad ainda está a caminho. A previsão é que a Apple libere o jogo ainda nesta semana.

Longe de ideologias

Ao contrário da grande maioria dos jogos que satirizam o cenário político atual, Prado garante que Pula Molusco! está longe de qualquer ideologia política e que a ideia é apenas fazer uma brincadeira inocente com o que vemos nos noticiários. De acordo com o desenvolvedor, a ideia de colocar o ex-presidente Lula fugindo do Japonês da Federal foi uma sacada para atrair a atenção ao aplicativo, mas ele não quis se limitar a isso. "Previ que ele seria um elemento chave que traria atenção ao meu app, mas fiz questão de colocar outros personagens icônicos, como o presidente da Câmera dos Deputados [Eduardo Cunha], para não ficar com uma visão limitada ao criticar só um partido", explica.

Pula Molusco

Ainda assim, isso não o impediu de ser atacado nos comentários. Segundo ele, algumas pessoas o chamaram de "coxinha, reaça e conservador" pela abordagem do game. Porém, o próprio Prado acredita estar no completo oposto desse espectro político. "Depois de estudar história, compreendi um pouco melhor sobre como nossa sociedade foi formada. A partir desse momento, passei a carregar convicções políticas que podem ser classificadas como de esquerda", conta. "Para um período polarizado como esse em que vivemos, seria facilmente julgado como comunista".

Mas suas ideologias não o impediram de fazer algo que tirasse sarro da situação. Conforme explica, ele não é petista e nem peemedebista, o que fez com que o Pula Molusco! fosse, na verdade, uma piada com as notícias que vemos nos jornais todos os dias. "Estava cansado de tantas discussões que não chegavam a lugar nenhum".

O futuro pós-Molusco

Embora Pula Molusco! tenha sido seu projeto de maior sucesso, ele não foi a primeira investida de Prado no mundo dos aplicativos. Mesmo tendo apenas 17 anos, ele já possui um portfólio interessante. Além do game, ele desenvolveu também o Formulando, um app para ajudar estudantes a memorizarem fórmulas importantes para o vestibular; e o Me Acorde!, feito para dar aquela mãozinha para que as pessoas que dormem no ônibus não percam o ponto.

Pula Molusco

"Comecei a me interessar por programação aos 13 anos, quando, depois de muito videogame, queria criar os meus próprios jogos e aplicativos", conta o rapaz, que passou os últimos quatro anos dividindo seu tempo entre escola e a criação de apps. E ele garante que já há um novo projeto em andamento e que deve ser iniciado nas próximas semanas, apesar de ainda tratá-lo como segredo.

Mas isso não quer dizer que o Pula Molusco! vai ser deixado de lado. Prado garante que já está desenvolvendo uma nova mecânica para aumentar a dificuldade do game (para a alegria do Japonês), além de adicionar novos personagens. "A ideia é fazer com que as pessoas continuem jogando e se divertindo com ele", conta.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.