Criminosos utilizam mapa de Pokémon GO para assaltar jogadores

Por Redação | 11 de Julho de 2016 às 09h57

A jogabilidade inovadora de Pokémon GO, que utiliza a localização do jogador para levá-lo a interagir com o ambiente e capturar novos Pokémon, deu a criminosos a possibilidade de assaltar jogadores desavisados. De acordo com a polícia da cidade de O'Fallon, nos Estados Unidos, quatro suspeitos de realizarem assaltos armados nas vizinhanças da cidade foram presos.

Os suspeitos utilizavam o game para localizar as vítimas pelo mapa e depois atraiam elas para um estacionamento deserto ou uma outra localidade que facilitasse o crime. As quatro pessoas detidas ocupavam uma BMW e possuíam uma arma de fogo no momento em que foram detidos.

Segundo a polícia, os suspeitos utilizavam o mapa do jogo e observavam onde havia PokeStops que poderiam se tornar emboscadas para as vítimas. Como esses locais são fixos, os suspeitos ficavam esperando até que algum jogador fosse até o local em busca de itens especiais do jogo. A polícia ainda afirma que oito ou nove pessoas caíram na emboscada, sendo que o último dos assaltos aconteceu às 2h deste domingo, dia 10.

Em comunicado, a polícia alertou aos jogadores e pais que tomem "cuidado ao informar estranhos de sua localização futura". Essa não foi a primeira história ruim envolvendo Pokémon GO. Na última semana, uma jovem encontrou um corpo enquanto tentava capturar um Pokémon. Em outros casos, jogadores relataram que sofreram diversas lesões pela desatenção de caminharem e estarem olhando para a tela de seus celulares.

Fonte: Polícia de O'Fallon