"Clubinho Salva Vidas" é um game para as crianças aprenderem a se proteger

Por Redação | 22 de Agosto de 2017 às 10h32
photo_camera Reprodução: site do Clubinho Salva Vidas

A tecnologia pode ser bastante ameaçadora para as crianças — basta lembrar do macabro jogo Baleia Azul ou mesmo dos frequentes casos de cyberbulling. Ela também pode, no entanto, ensinar muitas coisas para os pequenos. Um bom exemplo disso é o game Clubinho Salva Vidas. Criado por Eliandro Maurat, pai de um menino de nove anos de idade, o Clubinho tem diversos minigames para passar lições sobre cuidados em casa, segurança no trânsito, consciência ambiental e cidadania.

Os nove jogos ficam dispostos em uma cidadezinha: na casa, o desafio é identificar situações de perigo, como tomadas destampadas, facas ao alcance de crianças e pipas perto da rede elétrica; na floresta, o objetivo é retirar o lixo do rio, plantar novas árvores e prender os desmatadores; no Corpo de Bombeiros, o jogo consiste em evitar que balões causem incêndios. São, ao todo, 90 fases. A recompensa são moedinhas para comprar novos itens do jogo.

Mesmo o mapa da cidadezinha tem suas regras e objetivos: o personagem só pode atravessar ruas pela faixa de pedestres — andar pelo meio da via faz perder moedas — e deve pegar o lixo que está jogado nas calçadas. Dá até para adotar um animal de estimação, contanto que você limpe a sujeira.

Você e seus filhos podem jogar o Clubinho Salva Vidas em smartphones e tablets com iOS ou Android ou ainda no navegador, pelo site do game.