Samsung e LG afirmam não desacelerar modelos de smartphones antigos

Por Redação | 29 de Dezembro de 2017 às 16h20
Tudo sobre

LG

Recentemente, a empresa da Maçã emitiu um relatório onde admitiu limitar a performance de modelos de iPhone antigos (6, 6s e SE) sem o consentimento de seus clientes. Com a justificativa de tentar preservar a autonomia da bateria, e também impedir superaquecimentos, o processo começa com a aceleração da velocidade do processador, a fim de evitar desligamentos inesperados. Todavia, as consequências disto residem na incapacidade da bateria de manter-se por muito tempo e, por tabela, exigindo cada vez mais potência no desempenho do aparelho.

Depois de toda esta polêmica e todas as ações judiciais atribuídas à Apple por conta disso; usuários de smartphones também começaram a demonstrar preocupações a respeito de seus aparelhos. O principal questionamento levantado pelos donos de populares dispositivos Android, era se outras fabricantes também tomavam ações similares para com modelos antigos. Em resposta a esta natural dúvida, a Samsung e a LG vieram a público confirmar que não desaceleram os smartphones com baterias mais antigas.

Embora ainda haja uma degradação natural do dispositivo e um comprometimento da velocidade de processamento à medida que o tempo avança, as rivais da Apple afirmaram que não partilham das mesmas ações para prolongarem a vida útil de seus aparelhos. Eis os pronunciamentos da Samsung e da LG, respectivamente:

Assista Agora: Descubra o jeito certo de criar verdadeiros times de alta-performance e ter a empresa inteira focada em uma única direção.

“A qualidade de produto foi e sempre será a principal prioridade da Samsung Mobile. Garantimos vida útil prolongada da bateria nos dispositivos móveis da Samsung através de medidas de segurança multicamadas, que incluem algoritmos de software que regem a corrente de carga da bateria e a duração do carregamento. Não reduzimos o desempenho da CPU através de atualizações de software ao longo dos ciclos de vida do telefone”.

“A LG Electronics Inc. nunca fez isso e nunca o fará! Nós nos preocupamos com o que nossos clientes pensam”.

Como solução provisória, a Apple, além de ter pedido desculpas a seus clientes pelo ocorrido, também vem oferecendo descontos na troca de baterias dos iPhone prejudicados.

Fonte: SamMobile, Phone Arena

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.