Preços do sistema de Aplicativos Sugeridos da App Store assustam anunciantes

Por Felipe Gugelmin | Editado por Claudio Yuge | 25 de Maio de 2021 às 22h30
Reprodução/Apple Insider

Em um momento no qual está permitindo que usuários tomem controle sobre as informações que compartilham com anunciantes, a Apple também está oferecendo novas soluções para desenvolvedores encontrarem consumidores. Esse é o caso do sistema de Aplicativos Sugeridos da App Store, que sugere um app antes mesmo do usuário pesquisar por ele — algo que parece não estar entregando os resultados financeiros prometidos.

Segundo o Business Insider, a Maçã está operando com um modelo de Custo Por Milhão (CPM) de impressões com sua nova plataforma, com ajustes que permitem focar em um local, gênero e faixa etária específicos. Embora valores cobrados não sejam compartilhados pela empresa, a SplitMetrics afirma que o valor médio era de US$ 31,10 (R$ 165 na conversão direta), podendo chegar a US$ 50 (R$ 266) em categorias como utilidades.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Imagem: Reprodução/Apple Insider

O problema surge do fato de que o sistema parece não estar entregando os resultados esperados pelos anunciantes — o custo por instalação é pelo menos 30% maior do que o oferecido por outras soluções da Apple. Somente uma porcentagem pequena de usuários está baixando os apps sugeridos no campo de buscas (em alguns casos, os registros indicam downloads que não chegam aos dois dígitos), enquanto esse valor chega a 50% quando outras opções oferecidas pela Maçã são usadas.

Algoritmo em evolução

Especialistas consultados pela Bloomberg apontam que um dos problemas do sistema é o fato de os anúncios aparecerem com tamanho reduzido. Além disso, empresas que contratam o serviço não podem customizar o conteúdo apresentado aos usuários — todo o texto usado é retirado da metadata ligada ao app que está sendo promovido.

Assim como aconteceu com outros experimentos da empresa, o sistema de Aplicativos Sugeridos deve passar por mudanças que refletem e se adaptam às críticas dos anunciantes. “Conforme o algoritmo da Apple evolui, esperamos que as taxas de conversão vão aumentar significantemente com a diminuição simultânea dos custos”, afirmou o CEO da SplitMetrics, Max Kamenkov.

Outro ponto de crítica ao sistema é o fato de ele dar ainda mais poder — e dinheiro — para a Apple, que surge cada vez mais como a única opção viável para desenvolvedores que desejam promover seus produtos. Além disso, anunciantes também acreditam que o novo formato não vai compensar as perdas causadas pelos bloqueios que o App Tracking Transparency (ATT) traz no que diz respeito a atingir públicos específicos.

Fonte: Business Insider

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.