Fragmentação no iOS é maior do que se imagina, diz relatório

Por Redação | 24.07.2016 às 21:58
photo_camera Reprodução

Já ouviu falar de fragmentação? Esse é um problema que aparece, principalmente em dispositivos móveis, quando o universo de usuários roda variadas versões de um sistema operacional.

Isso acontece principalmente com o Android, em que há vários fabricantes e cada um deles adota uma versão do sistema que acha compatível com seus modelos de dispositivos. Assim, o que temos é uma distribuição mais ampla entre as várias versões do Android.

E por que isso é um problema? Bom, imagine que você é um criador de aplicativos. Para garantir que o programa rodará nas diferentes versões do sistema operacional, você precisa testar em todas elas. O exemplo contrário seria um videogame como o PlayStation 4. Por enquanto, existe apenas uma versão do videogame e, como os firmwares dele são basicamente intercompatíveis, a produtora de um game precisa realizar testes em um único sistema.

Pouca fragmentação? Sim, mas não tão baixa assim

Essa também é uma das vantagens de se desenvolver para iOS, já que a Apple tem um maior controle sobre a adoção de seu sistema operacional e até há pouco tempo se imaginava que havia pouca fragmentação em sua base de usuários. No entanto, um estudo da Apteligent mostra que isso não é bem assim, e que há mais disparidade do que se pensa.

Os dados mostram que quase 20% dos usuários que possuem o iOS 9 não têm a versão mais recente, que até a realização do estudo era a 9.3.2, fechado em 4 de julho. Com isso, são sete faixas de fragmentação para o sistema da Apple (isso sem contar a versão mais recente, a 9.3.3). Apesar de a segmentação estar aumentando, a situação é muito melhor que no Android.

Estudo Apteligent - Fragmentação iOS

Se 72% possuem o iOS mais recente, no sistema do Google apenas 30,75% têm o Marshmallow (6.0). O segundo maior grupo é o do KitKat (4.4.4), com 24,05%, seguido pelo Lollipop 5.1 (20,33%) e pelo Lollipop 5.0 (16,39%); Como no Android quem dá a palavra final é a fabricante, elas decidem se vão disponibilizar a versão mais recente do sistema. Claro, tem gente que instala por conta própria, mas essas pessoas são minoria.

Estudo Apteligent - Fragmentação iOS

Queda no crash

O relatório também fez um elogio à Apple no que diz respeito à taxa de crash, que é quando um aplicativo fecha automaticamente devido a problemas do sistema operacional. Se no iOS 8 o índice era de 5,44%, na versão 9.3.2 ficou abaixo de 4%. Por conta dessas melhorias de performance e, principalmente, de segurança, o recomendado é que o usuário sempre tenha as versões mais recentes do sistema operacional, qualquer que seja.

Estudo Apteligent - Fragmentação iOS

Com dados da Apteligent