Bug no iOS 9 permite acessar contatos e fotos com iPhone bloqueado

Por Redação | 24 de Setembro de 2015 às 11h25

Uma nova falha de segurança no iOS 9 pode, por meio de um bug no sistema de travamento dos iPhones e iPads, acabar dando acesso irrestrito (e indevido) às fotos e contatos de um usuário. A falha funciona a partir de uma combinação entre a utilização da assistente de voz Siri e um sistema de proteção que bloqueia permanentemente o aparelho após cinco senhas incorretas digitadas na tela inicial.

A descoberta foi feita por Jose Rodriguez, o mesmo que, em 2013, também encontrou um problema semelhante no iOS 6. Demonstrado em vídeo, o bug exige uma sequência um tanto quanto complexa de comandos para funcionar, mas que pode ser feita por qualquer um. Não há a necessidade de softwares externos ou desbloqueio do aparelho para que as informações sejam acessadas.

Simultaneamente à digitação da senha errada que resultaria no bloqueio do aparelho, o especialista ativa a Siri perguntando as horas. A partir dela, tem acesso ao relógio e, por meio da barra de acesso rápido, à tela de mensagens de texto. É por esse meio que ele obtém acesso a todos os contatos presentes no celular e, ao tentar modificar a imagem de uma nova entrada de agenda adicionada, também às fotografias armazenadas na memória.

Segundo Rodriguez, a recente atualização para o iOS 9.0.1, lançada nesta quarta-feira (23), não conta com uma solução. O mesmo vale para as versões Beta do sistema operacional, disponíveis apenas para desenvolvedores. Ficam vulneráveis os usuários de senhas de seis ou oito dígitos, enquanto aqueles que utilizam as mais longas e alfanuméricas não estão suscetíveis à falha.

Felizmente, a melhor maneira de se proteger também é bastante simples. Segundo o especialista responsável pela descoberta, basta acessar as configurações do aparelho e restringir o acesso à Siri com a tela bloqueada. Ou, então, adotar o sistema de senhas alfanuméricas, mais seguro e recomendado principalmente para quem carrega informações confidenciais ou sensíveis no celular.

A Apple já teria sido informada sobre o bug, mas até o momento, não se pronunciou sobre uma resolução. Agora que a exploração da falha está solta pelo mundo, é uma boa ficar de olho em seu celular, nunca deixando ele abandonado por aí e realizando o bloqueio remoto em caso de perda ou roubo de forma a proteger as próprias informações.

Essa, inclusive, não é a primeira falha descoberta por Rodriguez no iOS 9. Em julho, enquanto o sistema operacional ainda estava em estágio Beta, o especialista descobriu uma maneira de colocar pastas do sistema operacional dentro de outras, um funcionamento, em teoria, não permitido pelo sistema. O glitch ficava ativo e, aparentemente, não causava travamentos, mas era desfeito sempre que o dispositivo era reinicializado.

Fonte: Jose Rodrigez (YouTube)

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.