Apple pede desculpas após denúncia de que Siri violava privacidade dos usuários

Por Natalie Rosa | 28 de Agosto de 2019 às 17h38
Reprodução
Tudo sobre

Apple

Saiba tudo sobre Apple

Ver mais

A Apple emitiu, nesta quarta-feira (28), um pedido de desculpas em resposta a uma denúncia feita recentemente, que acusa a companhia de permitir que a Siri gravasse as conversas dos usuários sem permissão. A revelação foi feita no mês passado em uma reportagem do The Guardian.

Em nota, a Apple assume que, após análise, entendeu que não houve o cumprimento de seus ideais. "Esperamos que muitas pessoas escolham ajudar a Siri a ser aprimorada, sabendo que a Apple respeita seus dados e possui rígidos controles de privacidade", diz a mensagem.

A companhia também está trazendo mudanças na Siri, afirmando que as conversas não serão mais gravadas como padrão, passando a usar transcrições geradas por computador para, então, aprimorar a precisão da assistente virtual.

Imagem: Reprodução

Quem optar, no entanto, pode permitir que as gravações sejam feitas, e nesse caso os arquivos serão compartilhados apenas com funcionários da Apple, não concedendo os dados para nenhum contratante. Possíveis gravações feitas devido à ativação por engano da Siri serão apagadas, segundo a companhia.

Na reportagem-denúncia do The Guardian, contratantes da Apple ouviam com frequência as gravações feitas pela Siri, tendo conhecimento de dados pessoais, conversas privadas e, inclusive, interações sexuais.

Fonte: Apple Newsroom

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.