Apple toma medidas para coibir falsas avaliações de aplicativos na App Store

Por Redação | 16 de Junho de 2014 às 09h17

Os desenvolvedores sabem que ter avaliações positivas por parte dos usuários nas lojas virtuais Google Play e App Store significa que mais pessoas podem se disponibilizar a baixá-los. E é justamente por isso que alguns deles usam de má-fé incluindo falsas avaliações, ou seja, manipulando ou avaliando eles mesmos os seus aplicativos para poder se sobressair em meio a imensa variedade de opções. Mas, agora, tudo indica que a Apple está tomando medidas para coibir a prática eliminando avaliações "suspeitas" App Store.

De acordo com o site TechCrunch, a empresa tem removido uma série de comentários e notas ilegítimas dadas pelos "usuários" em aplicativos na App Store. Não se sabe exatamente qual o critério utilizado pela Maçã para considerar "suspeita" uma avaliação, por outro lado diversos desenvolvedores têm reclamado em fóruns de avaliações positivas de seus apps que foram removidas sem nenhuma explicação.

"Eu sei que alguns desenvolvedores compram opiniões e classificações com 5 estrelas. Isso é bastante óbvio", escreveu um desenvolvedor. O problema, segundo ele, é que quando a coisa é feita dessa forma, nunca se sabe se é um caso isolado, uma mudança na política da empresa ou mesmo um bug.

Embora a companhia não tenha se pronunciado a respeito, fica claro que as ações são resultado de um esforço da Apple para coibir a fraude.

No caso do app "Better Fonts Free", que segundo o TechCrunch trata-se na verdade de um spammer, todas as suas avaliações do mês de junho literalmente sumiram da noite para o dia, algo que seria possível apenas com a intervenção da Apple. Neste caso, acredita-se que se fosse questão de bug a empresa já teria se manifestado.

De fato, a manipulação de avaliações por parte de desenvolvedores é uma prática que precisa ser coibida, mas fazer isso de forma arbitrária e às cegas como a Apple está fazendo pode prejudicar aqueles que realmente tenham feito um bom trabalho em seus produtos. Resta aguardar para que a Maçã dê o seu parecer sobre o caso.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.