Após atualização do iOS, usuários enfrentam problemas com Touch ID

Por Redação | 14 de Março de 2014 às 19h01

A Apple liberou na última segunda-feira (10) uma atualização do iOS, seu sistema operacional para dispositivos móveis. Dentre as melhorias que a nova versão prometia está o refinamento do Touch ID, leitor biométrico presente no iPhone 5S. Contudo, muitos usuários têm reclamado que a novidade não melhorou o recurso, mas o desativou totalmente.

No fórum de suporte da Apple, diversos usuários reclamam que suas impressões digitais não foram mais reconhecidas após a atualização e, em alguns casos, não foi nem mesmo possível recadastrar um dedo. "O Touch ID funciona perfeitamente antes da atualização. No primeiro reboot depois da atualização eu usei a senha númerica. Desliguei o telefone e o Touch ID ainda não funcionava no 7.1. Então eu deletei as digitais salvas e o Touch ID não pode ler qualquer dedo para criar um novo login", conta o usuário Hunter-007.

Outros internautas afirmam ter conseguido trocar o iPhone indo em Apple Stores. "Eles [Apple Store] trocaram o meu e o novo está funcionando bem. Parece que há algum problema com o hardware de algumas unidades do 5S, algo com que o iOS 7 não se importou, mas foi exposto no 7.1", explica o usuário Samicircle.

Entretanto, outros usuários que também trocaram seus iPhones não ouviram falar de nenhum problema no hardware. "Consegui um horário nesta tarde e fiz uma troca. (...) Os técnicos não sabiam nada sobre qualquer problema com hardware relacionado à atualização", disse o internauta Clucku.

Em enquete do Fortune, blog da CNN, mais de 200 pessoas afirmaram ter problemas após instalar a nova versão. Contudo, se para alguns o update piorou as coisas, para outros realmente houve uma melhora. Ainda na enquete, mais de 500 pessoas disseram que antes da atualização o Touch ID estava ruim e agora, apresentou melhoras.

A Apple ainda não se pronunciou sobre o problema.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.