6 dicas para economizar a bateria do iPhone no iOS 9

Por Sérgio Oliveira

Desde sempre a bateria sempre foi um dos pontos negativos de todos os iPhones. Enquanto a concorrência lança smartphones cada vez mais parrudos nesse aspecto, a Apple foi na contramão e apostou em otimização de software para poupar energia ao invés de disponibilizar um modelo com bateria mais robusta para aguentar mais tempo longe da tomada.

Prova disso é que o iOS 9 traz algumas novidades que ajudam os usuários a poupar energia, como o modo de economia de energia nativo, brilho da tela mais inteligente e até mesmo a possibilidade de desativar alguns recursos. Aprenda a usar tudo isso ao seu favor para manter o iPhone por mais alguns minutos ou horas longe do carregador.

1. Modo de pouca energia

O iOS 9 já está disponível há algum tempo, mas isso não significa que todo mundo conhece todas as funções do sistema. Prova disso é o Modo de Pouca Energia que pouca gente conhece e que ajuda a poupar até 20% da bateria do aparelho caso permaneça ativado o tempo todo.

Ele consegue fazer isso limando algumas funcionalidades do iPhone que são executadas em segundo plano - é o caso, por exemplo, dos downloads em segundo plano, recebimento de e-mails e atualizações. Além disso, o recurso capa algumas animações de aberturas de app e reduz a velocidade da internet para que a bateria não morra tão rápido.

Caso você esteja disposto a abrir mão dessas coisinhas, é possível ativar o Modo de Pouca Energia a partir do menu "Ajustes" -> "Bateria". Quando ligado, o recurso mudará o ícone da bateria na porção superior do iOS, passando a exibi-lo na cor amarela.

O Modo de Pouca Energia é uma das principais novidades do iOS 9 em relação à otimização do uso da bateria. Deixá-lo ativo o tempo todo pode fazer a bateria durar até 20% mais

O Modo de Pouca Energia é uma das principais novidades do iOS 9 em relação à otimização do uso da bateria. Deixá-lo ativo o tempo todo pode fazer a bateria durar até 20% mais (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira)

2. Pegue leve no 3G e 4G

Depois que passamos a experimentar os prazeres da banda larga com conexões 3G e 4G, é difícil voltar atrás e continuar usando a 2G. O problema é que, em casos de sufoco, talvez mudar para a antiga velocidade seja o ideal, pois as conexões mais rápidas consomem uma quantidade maior de energia da bateria.

Pensando nisso, a dica é deixar o 3G ou 4G apenas quando for efetivamente navegar na internet ou quando tiver que baixar um arquivo mais importante. Caso esteja em stand-by, apenas recebendo notificações, o ideal é ficar no 3G ou até mesmo na 2G.

Para fazer isso, basta acessar "Ajustes" e selecionar o tipo de rede que deseja utilizar na seção "Celular", "Dados e Voz".

Se o bicho estiver pegando, o ideal é mudar a rede de dados para a 2G. Quanto menor a velocidade de conexão, mais você poupará sua bateria

Se o bicho estiver pegando, o ideal é mudar a rede de dados para a 2G. Quanto menor a velocidade de conexão, mais você poupará sua bateria (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira)

3. Serviço de localização

Uma das primeiras coisas que o iOS pergunta ao ser atualizado é se você deseja utilizar os serviços de localização do sistema. Com a funcionalidade ativada, aplicativos e serviços instalados no iPhone poderão rastrear sua localização por motivos e para fins diversos.

O problema é que isso consome uma quantidade absurda de energia e, dependendo da quantidade de apps instalados, pode drenar a bateria em questão de poucas horas. Se além do GPS você deixar ligados o Wi-Fi e Bluetooth, esse problema será sentido ainda mais rápido.

Portanto, a melhor solução é desativar tudo para incrementar a autonomia da bateria do seu iPhone. Para tanto, basta acessar "Ajustes" e a seção "Privacidade". Lá, desmarque a chave do Serviço de Localização e confirme a mudança.

Desativar os Serviços de Localização é uma boa maneira de poupar energia. Contudo, tenha cuidado quando for utilizar aplicativos como o Waze, Mapas e Clima, pois eles podem não funcionar corretamente

Desativar os Serviços de Localização é uma boa maneira de poupar energia. Contudo, tenha cuidado quando for utilizar aplicativos como o Waze, Mapas e Clima, pois eles podem não funcionar corretamente (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira)

Vale lembrar que depois disso alguns aplicativos poderão não funcionar corretamente. É o caso do Clima, Waze e Mapas - portanto, caso vá sair por aí e precise do auxílio desses apps, reative a opção manualmente e depois volte a desativá-la para poupar bateria. Quanto ao Find My iPhone, ele continuará em perfeito funcionamento, pois contorna qualquer tipo de bloqueio desse tipo.

4. Brilho inteligente

Aplicativos, serviços, GPS e Internet consomem bastante energia da bateria do smartphone, mas nada se compara à tela. Há tempos ela figura como a principal fonte de desperdício de energia nos smartphones e exatamente por isso a Apple inclui desde as versões mais antigas do iOS um esquema que ajusta o brilho do display automaticamente.

A partir dos sensores do iPhone, o iOS consegue determinar se aquele nível de brilho é suficiente para uma boa visualização das informações mostradas no display ou não. Isso, claro, visa o conforto do usuário e sobretudo a economia da bateria. Portanto, o ideal é que você só tenha que mexer nisso se for para diminuir o brilho para menos - nunca para mais.

Certifique-se que o Brilho Automático está ativado no seu aparelho acessando "Ajustes", "Tela e Brilho". Lá, observe se a chave "Brilho Automático" está ativada ou não.

Deixar o Brilho Automático ativado é uma das melhores maneiras de poupar a bateria do seu iPhone; afinal de contas, a tela é a principal vilã quando o assunto é consumo de energia

Deixar o Brilho Automático ativado é uma das melhores maneiras de poupar a bateria do seu iPhone; afinal de contas, a tela é a principal vilã quando o assunto é consumo de energia (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira)

5. Sincronização de vídeos do iTunes

O iTunes é um dos grandes vilões quando estamos navegando na internet a partir da 3G ou 4G. Isso porque o aplicativo realiza uma série de sincronizações em segundo plano para equiparar seu acervo local ao online, o que acaba comprometendo a velocidade da conexão que já não é lá essas coisas no Brasil.

Como você pode imaginar, essa sincronização automática não só consome sua franquia de dados como também prejudica o desempenho da bateria; logo, o ideal é que você a desative. Para isso, acesse "Ajustes" e toque na opção "Vídeos". Lá, desative a opção "Exibir Compras do iTunes".

O iTunes permanece sincronizando seu acervo com o iPhone mesmo em segundo plano. Para evitar isso, basta desativar esta opção

O iTunes permanece sincronizando seu acervo com o iPhone mesmo em segundo plano. Para evitar isso, basta desativar esta opção (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira)

6. Conectividade

Pode parecer que não, mas manter as antenas e sensores do iPhone ligados o tempo todo colabora bastante para que a bateria vá logo para o espaço. Embora o dispositivo da Maçã empregue o Bluetooth 4.0 desde a versão 4s, ele ainda é um dos principais responsáveis por drenar a energia do aparelho ao lado do Wi-Fi, AirDrop e os dados móveis.

Portanto, sempre que não estiver usando um deles, desative-os. A economia pode até parecer pouca, mas em conjunto com as demais dicas deste artigo farão seu aparelho ganhar uns bons minutos, talvez até horas, a mais longe do carregador.

O ideal é desativar conexões Wi-Fi e Bluetooth quanto não estiver as utilizando. O mesmo serve para o AirDrop e a conexão com a Apple TV. Essas medidas aliadas à utilização de uma velocidade menor na rede móvel ajudarão a poupar energia no seu iPhone

O ideal é desativar conexões Wi-Fi e Bluetooth quanto não estiver as utilizando. O mesmo serve para o AirDrop e a conexão com a Apple TV. Essas medidas aliadas à utilização de uma velocidade menor na rede móvel ajudarão a poupar energia no seu iPhone (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira)

E você? Tem alguma dica interessante para ajudar a economizar energia no iPhone? Compartilhe-as conosco e com o mundo na caixa de comentários aqui embaixo.