15 aplicativos secretos utilizados apenas por funcionários da Apple

Por Redação | 05 de Outubro de 2015 às 09h50

Existem cerca de 1,5 milhão de aplicativos disponíveis atualmente na loja de aplicativos da Apple para dispositivos com sistema iOS. Entre serviços de streaming, mensagem instantânea, calendários, agregadores de notícias, entre outros, você pode encontrar um app para lidar com praticamente qualquer coisa que imaginar na App Store. Porém, há uma parte secreta neste mundo de aplicativos para iPhones que está longe dos olhos e do alcance de quem acessa a loja online da Maçã.

Estamos falando de uma série de aplicativos que nunca foram oferecidos ao público e que estão disponíveis apenas para alguns funcionários da Apple. Eles podem não ser tão atraentes visualmente quanto nossos apps favoritos, mas o fator "secreto" e o acesso restrito a poucas pessoas autorizadas pela empresa gera muita curiosidade.

Alguns funcionários da Apple têm acesso a um conjunto de aplicativos que os ajudam a se comunicar uns com os outros, a testar dispositivos, entre outras coisas. Esses apps internos foram mantidos em segredo durante muito tempo, mas ao longo dos anos muitos deles foram revelados graças a hackers que exploraram furos no código do iOS e também a alguns funcionários descuidados que enviaram acidentalmente aparelhos de teste para clientes da companhia.

Para matar um pouco da curiosidade, confira uma lista divulgada pelo Business Insider com 15 aplicativos para iPhone disponíveis apenas para funcionários da Apple:

1. AppleConnect

AppleConnect

AppleConnect é um mecanismo de autenticação Single Sign On (SSO) que permite a um usuário acessar determinadas aplicações dentro da rede da Apple. Trata-se de um app que permite aos funcionários da empresa obter acesso a múltiplos serviços e aplicativos com a segurança necessária. Curiosamente, os apps de uso interno da Apple possuem um sistema de autenticação semelhante ao do Android, onde é preciso deslizar o dedo sobre a tela para inserir um padrão.

2. AppleWeb

Apple Web

AppleWeb é o site interno para uso de funcionários da Apple que inclui diversos dados sobre o funcionamento da companhia. Ele permite que os colaboradores encontrem informações sobre outros funcionários, vejam o cardápio do dia no Caffè Macs e descubram até mesmo as aulas que estão acontecendo no ginásio na sede em Cupertino.

3. Daily Download

Daily Download

O Daily Download foi descoberto pelo site 9to5Mac em 2011 e é um aplicativo que funciona como um jornal interno para os funcionários de varejo da empresa, permitindo que eles vejam atualizações sobre o que está acontecendo na Apple.

4. GKTank

GKTank

Este é um aplicativo exemplo desenvolvido pela Apple para demonstrar as capacidades do Game Kit, uma ferramenta para desenvolvedores. O código fonte do app foi upado no GitHub para que desenvolvedores aprendam diretamente da fonte como adicionar conectividade peer-to-peer a um app.

5. Inferno

Inferno

O que você faz quando quer testar as configurações internas do iPhone de alguém? Bem, se você é um funcionário da Apple, você baixa o app Inferno. Ele executa uma série de verificações no hardware e no software do telefone, desligando-o caso atinja uma temperatura crítica.

6. iPlano

iPlano

Este aplicativo ajuda os funcionários de varejo da Apple a saber onde cada item deve ficar disposto na loja para manter o padrão da empresa.

7. MobileGenius

MobileGenius

Os especialistas que trabalham nas lojas físicas da Apple e ajudam a reparar os iPhones dos clientes são chamados pela empresa de Genius. O aplicativo MobileGenius ajuda estes funcionários a verificar informações sobre o cliente e o histórico de testes que já foram realizados em seu dispositivo.

8. MobileRadar

MobileRadar

Quando um funcionário da Apple encontra um bug no iOS, ele precisa registrá-lo no app chamado MobileRadar, que mantém um sistema interno de rastreamento de bugs. O ícone do MobileRadar é sugestivo, pois mostra um tamanduá se alimentando de "bugs", que também significa “insetos”.

9. Operator

Operator

O Operator é um app usado para testar os vários componentes e sensores dos iPhones, iPods e iPads. Este app foi descoberto após dispositivos de teste da Apple terem sido enviados acidentalmente para clientes. O Operator esconde diversos Easter Eggs e também inclui clipes de quatro músicas da banda INXS (Need You Tonight, New Sensation, The Gift e What You Need). Parece que alguém na Apple é realmente fã da banda australiana.

10. Receipts

Receipts

Este app serve para ajudar no controle de despesas dos funcionários durante compromissos de trabalho. Se um funcionário da Apple vai almoçar com um parceiro de negócios, por exemplo, ele pode tirar uma foto do recibo da conta com seu iPhone e inseri-lo no Receipts. O app calcula automaticamente as despesas profissionais de cada colaborador para que elas sejam reembolsadas.

11. Red Zone Mobile

Red Zone Mobile

O RZM é um aplicativo utilizado por gerentes da Apple Store para comparar o desempenho da sua loja com outros locais de varejo da empresa e também com os anos anteriores. Até o momento, ninguém conseguiu vazar imagens de captura de tela do RZM, uma vez que ele exibe informações internas relacionadas às vendas de produtos e sua segurança deve ser redobrada.

12. Skybox

Skybox

A função do Skybox ainda não está clara, mas ao que tudo indica trata-se de um aplicativo de gerenciamento de tarefas.

13. Switchboard

Switchboard

O Swicthboard funciona como uma espécie de App Store exclusiva para funcionários da Apple. Por meio dele é possível realizar o download e atualizar os demais apps corporativos. Assim como os demais apps internos, ele também utiliza um sistema de autenticação semelhante ao do Android para oferecer uma camada adicional de segurança.

14. TouchFighter 2

TouchFighter

O TouchFighter é um jogo experimental que foi desenvolvido por funcionários da Apple para testar e acelerômetro do iPhone. Nele, os jogadores guiam uma nave inclinando o smartphone para desviar de detritos espaciais.

15. UniBox

UniBox

Basicamente, o UniBox permite que os funcionários da Apple levem trabalho para casa. Isso porque ele envia notificações da empresa para os smartphones dos colaboradores e também serve como um cliente de correio de voz corporativo.