YouTube remove vídeos de luta entre robôs alegando crueldade animal

Por Nathan Vieira | 21 de Agosto de 2019 às 12h05
Tudo sobre

YouTube

Saiba tudo sobre YouTube

Ver mais

Na segunda-feira (19), um canal no YouTube chamado Marker's Muse trouxe à tona um acontecimento no mínimo curioso: a plataforma removeu vários vídeos que envolviam batalhas de robôs. Mais curioso ainda foi o argumento utilizado pela empresa: "infligir deliberadamente sofrimento aos animais". É perfeitamente compreensível que a plataforma tenha, dentre suas políticas, o banimento de usuários e a remoção de vídeos que contenham crueldade animal, mas claramente não é esse o caso, já que o canal Battlebots (o principal afetado nessa história) não produz nada que chegue perto disso.

Jamison Go, da equipe do Battlebots, publicou um e-mail que recebeu sobre oito de seus vídeos. Por sua vez, Sarah Pohorecky, que também está envolvida com o canal de batalhas de robôs, teve um de seus vídeos retirados do ar, assim como Jamison. Em entrevista ao portal norte-americano Vice, ela conta: "Eu diria que, pelo menos, de 10 a 15 criadores de conteúdo foram afetados. Alguns tiveram vários vídeos removidos, enquanto outros tiveram apenas um ou dois de muitos vídeos de robôs removidos de seus canais".

Uma das batalhas de robôs promovidas pelo canal Battlebots (Foto: Reprodução/YouTube)

Sarah conta que alguns dos vídeos foram removidos porque havia nomes de animais nos títulos (os nomes dos próprios robôs). Além disso, outros fabricantes de robôs disseram que também receberam avisos do YouTube sobre seus vídeos.

Por sua vez, o YouTube se posicionou sobre o ocorrido e, por meio de um porta-voz, disse ao Motherboard que errou ao avaliar a situação e que os vídeos foram removidos "por engano". Além disso, a empresa prometeu revisar o conteúdo e disse que os afetados que ainda não tiveram seus vídeos republicados podem solicitar o retorno deles ao ar.

Fonte: Marker's MuseVice

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.