YouTube está cogitando transmitir filmes e séries como Netflix e Hulu

Por Redação | 03 de Dezembro de 2015 às 13h30
photo_camera Divulgação

O maior player de vídeos do mundo estaria em negociações para o licenciamento de filmes, séries e programas de TV. Há mais de 10 anos em atividade, o YouTube tem visto sua base de usuários aumentar consideravelmente nos últimos anos e a quantidade de conteúdo disponibilizado na plataforma ir muito além do imaginado inicialmente. O site tem aberto diversas frentes para brigar com a concorrência, como o lançamento do YouTube Gaming para disputar com o Twitch, o YouTube Red para eliminar anúncios da plataforma e também um serviço de streaming de música improvisado, o YouTube Music.

A mais recente estratégia da empresa é oferecer aos seus usuários filmes, séries e programas de TV, segundo fontes do Wall Street Journal. Essas fontes indicam que executivos do YouTube, em particular a ex-chefe de programação da MTV, Susanne Daniels, e o ex-executivo de conteúdo da Netflix, Kelly Merryman, estariam negociando com estúdios de Hollywood e empresas de produção para adicionar novos conteúdos para streaming na plataforma. Isso iria colocar o site do Google em concorrência direta com serviços como Netflix, Hulu e Amazon Prime Videos.

No entanto, ainda há algumas questões não respondidas sobre o plano final do YouTube para o serviço. Por exemplo, ainda não está claro se o interesse é incorporar novos conteúdos ou apenas licenças de conteúdos já existentes. Também não se sabe se o YouTube irá ter direitos de distribuição exclusivos ou se irá dividir o conteúdo com cinemas e TVs.

O que está claro até o momento é que o site de vídeos mais popular do mundo está em busca de algo novo e provavelmente mais lucrativo. Por anos, o serviço tem sobrevivido apenas de publicidade, mas é evidente que precisa de mais do que isso para crescer. Seu serviço de assinatura, o YouTube Red, parece ser apenas o primeiro passo para voos mais altos. Apesar de criticada pelo alto preço para remoção de anúncios, a assinatura pode realmente amarrar um novo serviço de streaming no futuro.

Mesmo que o negócio de streaming não venha a existir, o YouTube já tem planos de produzir conteúdo original para o próximo ano. Há um plano para lançar um lote de 10 filmes e séries de estrelas do YouTube, como Felix Kjellberg, que possui mais de 40 milhões de assinantes em seu canal PewDiePie.

Via SlashGear

Fonte: http://www.slashgear.com/youtube-said-to-be-eying-rights-to-stream-movies-tv-shows-03416781/