Wikimedia Foundation diz não ter sido notificada sobre parceria com YouTube

Por Ares Saturno | 14 de Março de 2018 às 18h02
Tudo sobre

YouTube

Durante a SXSW, na última terça-feira (13), Susan Wojcicki, a CEO do YouTube, anunciou que nas próximas semanas a plataforma de vídeos adotará a inserção de artigos da Wikipedia como forma de combater desinformação em vídeos que abordam hipóteses conspiracionistas.

O problema é que a Wikimedia Foundation, organização por trás da Wikipedia, veio a público por meio de uma publicação no Twitter afirmando que não havia sido informada sobre a tal parceria.

Teoricamente, o YouTube não precisa de uma aliança formal com a Wikimedia Foundation para utilizar os artigos disponibilizados pela Wikipedia, já que são de livre acesso. Entretanto, a falta de comunicação entre as empresas deixou uma sensação de desconforto para quem acompanhou o desenrolar da história.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Na nota, a Wikimedia diz: "Nós sempre ficamos felizes em ver pessoas, empresas e organizações reconhecer o valor da Wikipedia como armazenadora de conhecimento gratuito. Nesse caso, nem a Wikipedia nem a Wikimedia Foundation são parte de uma aliança formal com o YouTube. Nós não fomos notificados quanto a esse anúncio".

Phoebe Ayers, uma colaboradora da Wikipedia, tweetou que o YouTube deveria testar, juntamente com a Wikimedia Foundation, se a medida pode trazer algum revés para a Wikipedia, citando problemas com o aumento do tráfego no site e a possibilidade de aumento de ações de vandalismo nos artigos, que são feitos e editados por contribuições voluntárias. "Não é educado tratar a Wikipedia como uma fonte eternamente renovável com força de trabalho infinita; qual será o impacto?", disse ela.

Fonte: The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.