Tudo o que você precisa saber para começar o dia (23/06)

Por Redação | 23 de Junho de 2016 às 07h54

Para mais um dia frio de inverno, a quinta-feira (23) começou bastante quente. E por diversos motivos, já que o dia amanheceu já repleto de novidades quentes e com algumas notícias realmente capazes de nos aquecer, nem que seja um pouquinho. Afinal, quem não deu aquele sorrisinho ao ver que o Google decidiu homenagear o 109º aniversário de Dercy Gonçalves? A figura da atriz e comediante era bastante controversa e polêmica, mas, no fundo, todo mundo ria com seu jeito desbocado e é muito bom ver uma empresa como o Google lembrar dessa personalidade tão brasileira. Sem contar que o Doodle também é muito bom por si só — faltou apenas um botão que soltasse palavrões aleatórios sempre que pressionado.

Deixando o bom humor de Dercy de lado, temos a dura realidade do mundo, principalmente quando lembramos do caso da grife Brooksfield Donna ter sido acusada de utilizar mão de obra escrava na produção de suas peças. E, diante de toda a repercussão do caso, a empresa decidiu agir com toda a maturidade e respeito que se espera de uma companhia de seu porte e desativou seu site oficial e desapareceu das redes sociais. E, para não dizer que sumiram de verdade, o perfil no Facebook foi reativado horas depois com uma nota de repúdio ao ocorrido e explicando a sua versão dos fatos.

Já no mundo do streaming, uma pesquisa confirmou aquilo que todo mundo já sabia: se a Netflix abraçar o mundo da publicidade, muita gente vai cancelar sua assinatura. O levantamento revelou que 74% dos assinantes cancelariam o serviço caso a empresa adicionasse comerciais em suas transmissões, ao molde do que o YouTube já faz. Mais do que isso, 90% dos usuários falaram que preferem pagar mais do que se deparar com um anúncio — o que mostra que, se esse era o plano da Netflix, talvez esteja na hora de ela pensar em um plano B.

Outra pesquisa bastante interessante foi realizada aqui no Brasil. Um site reuniu dados de pesquisas realizadas por consumidores para descobrir quais os smartphones mais buscados pelo brasileiro e descobriu que o iPhone 6s ou o Galaxy S7 estão bem longe de serem os queridinhos do nosso mercado. Na verdade, os modelos mais populares por aqui são os intermediários, que dominaram a lista criada pela pesquisa. E, mais impressionante ainda, é a variação de preço desses dispositivos. Em alguns casos, a diferença entre o menor e o maior valor é superior a 100% — ou seja, na loja mais cara, você acaba pagando o preço de dois smartphones da mais barata. Em outras palavras, pesquisar bastante continua sendo a palavra de ordem por aqui.

Por fim, para acabar nosso apanhado diário de notícias e mostrar que tudo aquilo que é bom acaba voltando, eis que temos o retorno triunfal da melhor rede social de todas. Depois de deixar um enorme vazio em nosso coração, o Orkut está de volta, ainda que com outro nome. O criador da página, o turco Orkut Büyükkökten, anunciou uma nova versão do serviço lançado há 12 anos. Agora, ele se chama Hello e traz a mesma pegada de seu irmão mais velho. O serviço ainda está em fase de desenvolvimento e disponível somente em alguns países, como Estados Unidos e Canadá. Só nos resta saber se ele será tão divertido e popular quanto o Orkut foi em seu tempo.