Tudo o que você precisa saber para começar o dia (11/05)

Por Redação | 11 de Maio de 2016 às 07h46

A semana começou repleta de boas notícias, principalmente para os usuários do WhatsApp. Depois de dias turbulentos com muitos bloqueios e péssimas notícias, o aplicativo ganhou uma versão para desktop na forma de aplicativo, facilitando a vida de quem gosta de bater papo pelo PC ou Mac. Assim como já acontecia em serviços concorrentes, como o Telegram, agora o WhatsApp conta com um cliente próprio para simplificar as conversas e tornar tudo mais fácil.

Outra boa notícia que apareceu nesta terça-feira (10) foi o anúncio do novo phablet da Xiaomi. Com tela de 6,44 polegadas, o Mi Max vem para bater de frente exatamente com o iPhone 6s Plus e chega a superar o modelo da Apple em vários pontos — para a surpresa de muitos fãs da Maçã. O dispositivo chinês será lançado em três versões diferentes: uma mais potente, uma intermediária e outra que serve como entrada para as novidades, bem mais barata. A edição de ponta, por exemplo, possui 4 GB de RAM, 128 GB de armazenamento, processador Qualcomm Snapdragon 652 e custará apenas R$ 1.079. Incrível, não?

Falando em celulares chineses, uma descoberta que pegou muita gente de surpresa é que até mesmo os Vingadores adotaram a tecnologia asiática. Alguém com um olho muito treinado percebeu que, em Capitão América: Guerra Civil, Tony Stark aparece usando em algumas cenas o Vivo V3, um aparelho intermediário e bastante popular na China pelo seu baixo preço. Quem diria que um gênio, bilionário, playboy e filantropo como o Homem de Ferro também iria cair na graça dos chineses? Teria sido a crise ou o modelo realmente conquistou o coração do herói?

Brincadeiras à parte, o futuro dos celulares pode estar nas mãos do mesmo homem que os criou. Marty Cooper deu uma entrevista recentemente, na qual apresentou uma solução para o que ele chama de principal problema dos celulares: a autonomia da bateria. Segundo ele, para evitar que as pessoas precisem correr até uma tomada quase que de hora em hora, a saída seria usar ondas de rádio. Ele cita uma empresa que pretende converter essas ondas em carga para os celulares — o que permitiria a recarga em qualquer lugar.

Por fim, uma notícia nada boa para os amantes da Netflix. Depois de uma longa e amável relação, a empresa anunciou que vai aumentar o preço das assinaturas, mas apenas para os usuários mais antigos. Na verdade, trata-se de um reajuste que já havia sido anunciado no ano passado, quando o valor subiu para os novos membros. Como forma de agradecer que acompanha o serviço por mais tempo, os preços não foram alterados por um ano, o que acaba no próximo mês de junho. Assim, a assinatura básica passa a custar R$ 19,90.

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!