Tudo o que você precisa saber para começar o dia (10/04)

Por Redação | 10.04.2017 às 07:48

Depois daquele fim de semana com as pernas para o alto em que o máximo de esforço que você fez foi jogar videogame, chegou a hora de encarar a realidade e aceitar que é hora de retornar ao batente. E, apesar de a semana ser ligeiramente mais curta por causa dos feriados de Páscoa, isso não significa que os acontecimentos serão de menor importância e já começamos com polêmicas vindo do Velho Continente. Isso porque a Itália decidiu proibir o Uber em todo o território nacional após a Justiça acatar o pedido dos taxistas do país. Segundo o juiz responsável pela sentença, o aplicativo oferece uma competição desleal com a clássica categoria e, portanto, não poderia mais permanecer em terras italianas em nenhuma de suas versões, do UberBLACK a versões inéditas por aqui, como UberLUX e UberVAN. A empresa disse estar chocada com a notícia e que vai recorrer na tentativa de reverter a situação. A proibição veio na sequência de uma greve de taxistas que durou seis dias.

Ainda na Europa e com notícia ainda piores, um dos executivos do Spotify foi uma das vítimas do atentado terrorista em Estocolmo, na Suécia, que matou quatro pessoas e feriu outras 15 na última sexta-feira (07). Chris Bevington foi atropelado pelo caminhão que matou outras pessoas e não resistiu aos ferimentos. A informação foi confirmada pelo fundador do próprio Spotify, Daniel Ek, em seu perfil no Facebook neste fim de semana. Com muito pesar, ele conta que seu amigo foi uma das vítimas e chama o ataque de “sem sentido”. Ele lembra que Bevington fazia parte da equipe do Spotify há cinco anos e trabalhava como diretor de desenvolvimento de negócios e parcerias globais. Apesar de se dizer chocado com tudo o que houve, Ek diz que o principal objetivo nesse primeiro momento é oferecer todo o apoio à família de Bevington.

Seguindo no campo dos executivos, um dos principais nomes da Netflix vai deixar a empresa. Neil Hunt era chefe do departamento de produtos e estava dentro da companhia há nada menos do que 18 anos, sendo parte fundamental em várias das mudanças que ela passou ao longo de todo esse período — incluindo a migração de um serviço de entrega de DVDs via correios para o maior serviço de streaming de filmes do mundo. Sua saída está marcada para o próximo mês de julho e não teve as razões divulgadas. Em seu lugar, o executivo Greg Peters vai assumir o posto após ter se destacado em sua participação internacional dentro da empresa ao longo da última década. Entre seus feitos mais recentes está a maior colaboração entre a Netflix e os estúdios japoneses, que já garantiram várias séries originais para o serviço, indo desde animes à produção Samurai Gourmet.

Policiais observam ponto onde mulher caiu ao tirar selfie. Queda foi de quase 19 metros de altura

Partindo para o campo dos sistemas operacionais, a Microsoft já começou a trabalhar e testar sua próxima grande atualização do Windows 10. Sim, a Creators Update mal foi lançada para o público e a companhia já está de olho no que está por vir. Batizado de Redstone 3, o novo update já começou a ser distribuído entre os usuários do programa Insiders. Essa primeira build não traz nenhuma grande novidade de impacto, sendo muito mais focada em melhorar desempenho. Acredita-se, portanto, que a empresa esteja consolidando sua build nesse primeiro momento para, em seguida, começar a trabalhar em torno das adições que todos querem ver. Entre as promessas estão novidades no Menu Iniciar, retorno do MyPeople e do OneDrive Placeholder. A Redstone 3 não tem data para ser lançada oficialmente, mas pode ter certeza de que ainda vamos encontrar muitos rumores sobre ela em um futuro não tão distante.

Por fim, para encerrar esse apanhado de notícias, um fato bizarro e triste aconteceu nesse último final de semana nos Estados Unidos. Aumentando as estranhas estatísticas relacionadas a selfie, uma mulher tentou tirar uma foto sua no alto de uma ponte na Califórnia e acabou caindo de uma altura de quase 19 metros. Segundo a polícia, ela e alguns amigos entraram em uma área restrita que fica embaixo da área permitida para trânsito para tirar algumas fotos. Uma dessas pessoas relatou que a mulher acabou pisando torto e perdeu o equilíbrio, caindo do alto da ponte. Ela acabou se machucando gravemente e foi levada ao hospital. Seu quadro atual não foi atualizado e tudo o que se sabe é que ela tem chances de sobreviver. De acordo com a polícia, apesar de o acesso a área ser considerada criminosa, ela não será acusada e nem processada pela invasão.

Via: Variety, TechCrunch, PPLware Sapo, CNET