Tudo o que você precisa saber para começar o dia (08/09)

Por Redação | 08 de Setembro de 2016 às 08h12

O último feriado foi bastante agitado. Enquanto a maioria de nós aproveitava o descanso do Dia da Independência — que já deixa saudades —, o mundo da tecnologia estava em chamas. Afinal, parece que as empresas decidiram aproveitar exatamente a data para fazer todos os anúncios mais esperados desse segundo semestre. A começar pela Apple, que finalmente mostrou o tão comentado iPhone 7 depois de meses de vazamentos e especulações. O aparelho é realmente tudo aquilo que a gente já sabia e imaginava, com as melhorias de hardware previstas, as duas câmeras no modelo Plus, um novo botão Home e um processador A10 Fusion de quatro núcleos e promessa de muito desempenho. Além disso, a bateria terá duas horas a mais de autonomia que o iPhone 6s. Outro detalhe foi a ausência de entrada de fone de ouvido, o que serviu para o anúncio dos novos fones sem fio que, embora muito bonitos, são absurdamente caros. Lá fora, os AirPods custarão US$ 159, mas a versão nacional foi confirmada por incríveis R$ 1.399. Sim, um fone pelo preço de um smartphone.

Quem também apareceu na conferência da Apple foi o Apple Watch Series 2, a segunda geração do relógio inteligente da empresa. Com um processador 50% mais rápido do que o seu antecessor, uma GPU mais potente e uma tela com duas vezes mais brilho, o smartwatch vem para conquistar aqueles que ainda permaneciam céticos quanto à sua utilidade. Principalmente após o anúncio de que ele será à prova d’água, permitindo que seus usuários possam entrar em uma piscina ou mesmo no mar sem a preocupação de jogar alguns milhares de reais no lixo. Além disso, ele conta com um GPS embutido e suporte oficial para Pokémon GO. Sim, a Niantic subiu no palco para mostrar que agora você pode encontrar seus Pokémon pela tela do relógio, além de coletar os itens em PokéStops. Assim, essas ações mais simples ficam a cargo do Apple Watch, enquanto a captura fica somente no iPhone mesmo.

Porém, nenhum momento foi mais marcante da conferência do que a presença de Shigeru Miyamoto no evento. Sim, o criador do Mario esteve na apresentação da Apple para anunciar a chegada do primeiro jogo do herói para iOS. Super Mario Run é, como o próprio nome sugere, um runner no qual os jogadores precisarão levar o bigodudo mascote o mais longe possível. Para isso, ele contará com todas as mecânicas clássicas da série, como a coleta de moedas, os inimigos de sempre e até mesmo a presença dos velhos itens de power up, além de elementos sociais para compartilhar. Essa é a primeira vez que a Big N leva seu personagem mais famoso para uma plataforma que não é sua, o que acabou gerando muito burburinho e resultou em uma nova valorização em suas ações. O game ainda não tem data para chegar, mas já aparece na App Store para quem está ansioso por novas notícias. A má notícia é que ele só roda a partir do iPhone 5s.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Sony PS4 Pro

PS4 Pro não é lá muito bonito, mas impressiona pelo que é capaz de fazer. Lançamento acontece em novembro

Deixando as novidades da Apple de lado, quem também decidiu arruinar o feriado dos jornalistas de tecnologia foi a Sony, que trouxe nada menos do que a tão comentada nova versão do seu console. O PlayStation 4 Neo agora se chama PS4 Pro e trata-se de uma versão mais poderosa do sistema, com suporte a 4K, melhorias na CPU e na GPU e muito mais espaço de armazenamento. Como apresentado pela empresa, o objetivo é oferecer a melhor qualidade para quem procura o máximo de resolução e de desempenho visual. Tanto que as demonstrações se concentraram exatamente nessa característica, mostrando como o novo hardware deixou tudo muito mais bonito, desde games já lançados, como inFamous: First Light, até futuros lançamentos, como Mass Effect: Andromeda e Horizon: Zero Dawn. Mais impressionante ainda foi ver que esse novo modelo chega às lojas já no próximo dia 10 de novembro por apenas US$ 399, ou seja, o mesmo preço de lançamento do PS4 original. O design não é lá muito bonito, mas mostrou como a Sony está realmente interessada em dar esse passo a mais.

Já para quem não está tão interessado em 4K assim, o PlayStation 4 Slim pode ser a solução. Talvez o anúncio mais vazado dos últimos anos, a revelação do novo modelo chegou a ser feita sem muita empolgação pela própria fabricante, que falou rapidamente sobre ele como se não fosse nada. Ele teve ainda um controle levemente redesenhado e uma nova leva de acessórios que também passaram por mudanças leves no design. Porém, o que realmente importa é que essa nova edição vai ser bem mais em conta para o jogador, custando somente US$ 299 — cerca de R$ 960 na cotação atual. O lançamento também foi outra surpresa, já que o PS4 Slim chega às lojas já na semana que vem, no dia 15 de setembro. Por aqui, é óbvio, tanto o Slim quanto o Pro continuam como grandes incógnitas, mas não deixam de ser novidades animadoras.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.