Tudo o que você precisa saber para começar o dia (03/04)

Por Redação | 03 de Abril de 2017 às 07h54

O começo de abril é sempre complicado para quem acompanha notícias do mundo da tecnologia. É preciso muita atenção para desviar das clássicas pegadinhas do Dia da Mentira — embora muitas empresas façam um trabalho tão bom que você nem se importa em cair na brincadeira. Porém, passado o fatídico 1º de Abril, é hora de botar ordem na casa e se antenar naquilo que é verdade e importante saber depois de um fim de semana de folga, descanso e zoeira. E a primeira grande novidade é exatamente a chegada do Android 7.0 Nougat aos aparelhos intermediários da Samsung. O Galaxy A3, A5 e A7 receberão a atualização já no próximo mês de maio. A informação foi confirmada pela fabricante, que detalhou ainda que as datas serão diferentes para cada um desses modelos. No caso do A3, por exemplo, o Nougat será liberado já na primeira semana do mês, enquanto o A5 e o A7 devem receber o conteúdo entre os dias 22 e 28 de maio.

Ainda falando em smartphones, um novo rumor surgiu durante o fim de semana para apontar uma nova característica do ainda misterioso Xiaomi Mi 6. O aparelho deve ser anunciado ainda neste mês de abril, mas ainda temos pouquíssimas informações sobre ele — algo que é bem raro dentro da indústria, como você já bem deve saber. O máximo que surgiu dessa vez é que o dispositivo deve trazer uma câmera com nada menos do que 30 megapixels de resolução. Isso coloca o smartphone com o sensor mais poderoso do mercado, superando alguns colossos do setor, como o Xperia Z5, da Sony, que traz uma câmera de 24,8 megapixels. Como o site GSM Arena pontua, os 30 MP do Mi 6 podem significar não apenas pixels ainda menores na foto como ainda uma lente maior do que a maioria dos smartphones oferece. Ou isso ou a fabricante está considerando duas câmeras de 15 megapixels, o que também é bem possível.

Partindo para o campo da Apple, parece que a empresa está trabalhando em uma forma de bater de frente com as operadoras de TV a cabo nos Estados Unidos. Um novo rumor surgido nesse começo de mês aponta que a empresa está trabalhando em um pacote de TV Premium contendo canais como HBO, Showtime e Starz. A ideia é fugir da lógica dos pacotes que a gente está tão acostumado (e cansado) a ver nesse tipo de negócio e oferecer de uma vez um pacote com as emissoras mais “valiosas” para o público. E essa novidade não estaria disponível somente para usuários da Apple TV, mas também para iOS — o que ajudaria a popularizar o serviço ainda mais. O valor da assinatura não chegou a ser comentado. Atualmente, a Apple oferece esses canais separadamente e, para assinar todos eles, é preciso desembolsar US$ 35 (R$ 110), então é possível que o valor desse pacote seja um pouco menor, talvez na casa dos US$ 30 (R$ 93).

Apple está interessada em lançar seu próprio pacote de TVs, trazendo inclusive a HBO

Outra notícia envolvendo a Apple e outras gigantes da indústria é que todas elas estão de olho nos espólios deixados pela Toshiba. Apple, Google, Amazon e mais algumas outras companhias já se mostraram interessadas em adquirir o negócio de chips de memória da empresa japonesa. E o objetivo com isso é claro: quem conseguir efetuar a compra se torna automaticamente a segunda maior fornecedora de componentes para smartphones e computadores de todo o mundo, atrás apenas da Samsung. Durante o último ano fiscal, esse setor rendeu cerca de US$ 12,7 bilhões em receita para a Toshiba — cerca de um quarto de tudo o que ela arrecadou — e a venda viria exatamente para cobrir outros problemas financeiros que a empresa vem enfrentando. Além das três grandes, quem também está interessado em levar essa bocada é a Foxconn, conhecida por ser a montadora da Apple e de diversas outras marcas mundo afora.

Por fim, para fechar esse resumão do fim de semana, a organização do Rock in Rio revelou uma atração diferente para o evento. Além dos maiores nomes da música mundial, o público que for até o evento vai conferir nada menos do que um Show de Drones. A ideia é usar esses dispositivos para fazer algo diferente: ao som de uma orquestra, eles vão iluminar os céus do Rio de Janeiro com formas e cores bem particulares. Controlado por quatro pilotos, os drones vão desenhar desde a marca do Rock in Rio e guitarras até arcos equalizadores e ondas de som. Esse espetáculo será apresentado somente em setembro, durante o festival, mas a produção e o ensaio já começaram na Áustria.

Via: Übergizmo, GSM Arena, 9to5Mac, Phone Arena, G1